PUBLICIDADE
Topo

Boulos fala em 'descaso' de Doria e Covas com aumento de casos de covid-19

Do UOL, em São Paulo

27/11/2020 19h33Atualizada em 27/11/2020 21h05

O candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, criticou na noite de hoje a administração municipal e o governo paulista pelas ações de combate à pandemia de covid-19. O psolista, que ainda hoje foi diagnosticado com o novo coronavírus, mencionou ser "descaso" o fato de o governo ter marcado uma coletiva para anunciar eventuais mudanças no plano de contingência do vírus para o dia seguinte à eleição na capital paulista.

O que a gente tem visto da prefeitura e do governo do estado é uma paralisia. Para não usar uma palavra dura, que é descaso. O João Doria marcou uma coletiva para anunciar eventuais medidas do plano São Paulo para um dia depois da eleição. Para segunda-feira. Então agora a necessidade de combate é determinada ou subordinada a tendências eleitorais?

Candidato à reeleição, o atual prefeito Bruno Covas (PSDB) — correligionário de Doria e seu sucessor quando este assumiu o governo do estado — lidera as pesquisas de intenções de votos do segundo turno.

A declaração de Boulos foi dada em live realizada nas redes sociais do candidato com participação de sua vice, a deputada federal Luiza Erundina (PSOL-SP). O psolista disse que apesar do diagnóstico ele segue assintomático e lamentou não ser o único infectado pelo vírus.

O meu caso lamentavelmente não é um caso isolado. Felizmente estou tendo reação assintomática. Agora, milhares de pessoas têm sido contaminadas, não só em São Paulo, mas no Brasil. Houve aumento de mais de 20% em internações, inclusive em UTIs. Todos os indícios apontam possibilidade real de segunda onda

O diagnóstico de Boulos

Boulos fez o exame após a deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP) ter anunciado na última segunda-feira (23) que havia contraído o novo coronavírus. Os dois estiveram no mesmo ambiente na sexta-feira da semana passada, dia 20, em uma agenda fechada da campanha dele. Ele declarou estar assintomático e disse que cumprirá as medidas de isolamento recomendadas enquanto estiver infectado.

O resultado do teste de Boulos foi divulgado na tarde desta sexta-feira (27). Pouco após a divulgação, a TV Globo anunciou o cancelamento do debate eleitoral entre ele e Covas, que seria realizado na noite de hoje. As duas campanhas concordaram em propor à emissora que o debate fosse feito de maneira virtual, mas tiveram o pedido negado.

A Globo justificou que as regras assinadas anteriormente pelas duas campanhas previam que o encontro entre os candidatos a prefeito de São Paulo só poderia ser realizado de forma presencial.

Covas lidera pesquisas

Boulos avançou ao segundo turno da eleição para a prefeitura com 20,24% dos votos válidos; Covas apresentou 32,85%.

Covas lidera as intenções de voto com 47% da preferência do eleitorado, segundo apontado por pesquisa Datafolha publicada ontem (26). Boulos apresentou 40% dos votos totais, enquanto o percentual de brancos e nulos ficou em 9% e os indecisos ficaram em 4%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Já a pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (25) apontou Covas com 48%, onze pontos percentuais à frente de Boulos, com 37%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Você utiliza a Alexa? O UOL é o parceiro oficial da assistente de voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados das últimas pesquisas eleitorais e dos resultados do 2º turno. Para saber sobre a eleição na sua cidade com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, qual é o resultado da pesquisa eleitoral em São Paulo?", por exemplo, ou "Alexa, quem ganhou a eleição no Rio de Janeiro?". Nos encontramos lá!