PUBLICIDADE
Topo

Boulos é diagnosticado com covid-19 e Globo cancela debate de hoje

Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo

27/11/2020 17h42Atualizada em 27/11/2020 20h29

Após Guilherme Boulos (PSOL) receber diagnóstico positivo para a covid-19, a TV Globo cancelou o debate que faria hoje com os candidatos à Prefeitura de São Paulo no segundo turno. Este seria o último encontro entre ele e Bruno Covas (PSDB) antes de domingo, dia do pleito.

Boulos chegou a sugerir que o debate acontecesse virtualmente. Ao UOL, a campanha de Covas desejou pronta recuperação ao psolista e confirmou que aceitou o novo formato. A Globo, contudo, negou. Em junho, o candidato à reeleição também foi infectado pelo novo coronavírus.

A alegação da emissora é de que ambas as campanhas assinaram documento, protocolado no TRE, que trazia a regra de que o debate só poderia acontecer de forma presencial.

Em um de seus itens, o contrato afirma: "O debate eleitoral só será realizado de forma presencial, não se admitindo, em nenhuma circunstância, o uso de meios virtuais para realizá-lo".

A alternativa de fazer um debate de forma remota não é possível. Os candidatos precisam ser tratados de forma equânime e ter as mesmas condições, e o público precisa perceber isso."
Trecho de comunicado da Globo

O temor da emissora é que problemas técnicos possam interromper a transmissão ou mesmo que candidatos sejam acusados de descumprir as regras por utilizar ponto eletrônico ou se valer da ajuda de assessores. Debates previstos em outras capitais que disputarão o segundo turno no domingo (29) seguem mantidos.

A notícia do cancelamento fooi antecipada pelo jornalista Cesar Tralli no Twitter: "Guilherme Boulos do PSOL testou positivo para a covid-19. Portanto, o debate desta noite aqui na Globo entre ele e Bruno Covas d PSDB — e que seria mediado por mim — está cancelado".

Lives

Após a notícia do cancelamento do debate, Boulos realizou uma live em que disse estar assintomático e lamentou não ser o único infectado pelo vírus.

O meu caso lamentavelmente não é um caso isolado. Felizmente estou tendo reação assintomática. Agora, milhares de pessoas têm sido contaminadas, não só em São Paulo, mas no Brasil. Houve aumento de mais de 20% em internações, inclusive em UTIs. Todos os indícios apontam possibilidade real de segunda onda."
Guilherme Boulos em live

O candidato fará uma nova transmissão hoje, às 22h, no horário para o qual estava marcado o debate da Globo.

Guilherme Boulos (PSOL) faz campanha em São Paulo e recebe os ex-candidatos Jilmar Tatto (PT) e Orlando Silva (PCdoB), derrotados no primeiro turno - Nathan Lopes/UOL - Nathan Lopes/UOL
Guilherme Boulos (PSOL) faz campanha em São Paulo e recebe os ex-candidatos Jilmar Tatto (PT) e Orlando Silva (PCdoB), derrotados no primeiro turno
Imagem: Nathan Lopes/UOL

Aglomerações e suspeitas

O risco de contaminação do candidato do PSOL começou a ser aventado desde o início de sua campanha em atos que, não raro, eram marcados por aglomerações.

Os organizadores das agendas criaram uma "brigada anticovid" que aplicava álcool em gel nas mãos dos eleitores que acompanham o ato. "Brigada de álcool em gel é uma boa intenção sem nenhum resultado prático", disse ao UOL Evaldo Stanislau, infectologista do Hospital das Clínicas da FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo) e diretor da SPI (Sociedade Paulista de Infectologia).

Na última segunda-feira (23), quando a deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP) recebeu diagnóstico positivo para a covid-19. Boulos chegou a dizer que não teve contato direto com a deputada, apesar de ambos terem participado de agenda fechada na última sexta (20).

O candidato à prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos e a deputada federal Sâmia Bonfim, que testou positivo para covid-19 - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
O candidato à prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos e a deputada federal Sâmia Bonfim, que testou positivo para covid-19
Imagem: Reprodução/Instagram

Com o resultado do teste de Sâmia, a primeira reação de Boulos foi manter as atividades de rua, mas depois elas foram suspensas por precaução. Mesmo assim, conteciam em um ambiente fechado, em um hotel no centro da capital, como o UOL acompanhou.

Foi então que Boulos fez o teste — que disse, hoje cedo, ser um gesto simbólico. Diante desse cenário, toda a equipe que trabalha na campanha e que tem contato próximo com o candidato será testado a partir de agora.

Carreatas e voto

Com o anúncio de que ele contraiu o novo coronavírus, ele não deverá participar das carreatas que serão realizadas amanhã tendo a avenida Paulista como ponto final. Gravou um vídeo para seus apoiadores dizendo: "Não vou poder estar nas ruas nos próximos dois dias, na reta final da virada de nossa campanha".

Eu não apresento sintomas, estou bem de saúde, mas, a partir de agora, claro vou cumprir a quarentena pelo tempo necessário."
Guilherme Boulos em vídeo divulgado hoje

Segundo a assessoria de imprensa de Boulos, o candidato não irá votar no próximo domingo.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) recomenda que os eleitores que tenham sido diagnosticados com o vírus nos 14 dias anteriores à data das eleições municipais evitem ir às urnas, mas não há proibição legal que impeça o comparecimento de eleitores com sintomas.

O candidato à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, e sua candidata a vice, Luiza Erundina, em caminhada em Heliópolis - Alice Vergueiro/Estadão Conteúdo - Alice Vergueiro/Estadão Conteúdo
21.nov. 2020 - O candidato à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, e sua candidata a vice, Luiza Erundina, em caminhada em Heliópolis
Imagem: Alice Vergueiro/Estadão Conteúdo

Erundina não deve ser testada

Nascida 30 de novembro de 1934, a vice na chapa, Luiza Erundina, tem 85 anos e é parte do grupo de risco para a covid-19. Por isso, o PSOL equipou a caçamba de uma picape com uma estrutura de vidro para que ela possa participar de agendas de rua.

O veículo, apelidado de "Erundinamóvel" percorre regiões diferentes das agendas diárias de Boulos como estratégia para a campanha tentar estar em dois lugares ao mesmo tempo.

Por não ter tido contato direto com Boulos ou com qualquer membro de sua equipe, a ex-prefeita não deve ser testada, informa a assessoria de imprensa do partido. Ela deve participar das carreatas marcadas para amanhã.

Você utiliza a Alexa? O UOL é o parceiro oficial da assistente de voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados das últimas pesquisas eleitorais e dos resultados do 2º turno. Para saber sobre a eleição na sua cidade com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, qual é o resultado da pesquisa eleitoral em São Paulo?", por exemplo, ou "Alexa, quem ganhou a eleição no Rio de Janeiro?". Nos encontramos lá!