PUBLICIDADE
Topo

Ibope indica vitória de Cícero Lucena contra Nilvan Ferreira em João Pessoa

Candidato pelo PP soma 58% dos votos válidos, de acordo com pesquisa divulgada na véspera do segundo turno - Reprodução/Facebook
Candidato pelo PP soma 58% dos votos válidos, de acordo com pesquisa divulgada na véspera do segundo turno Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

28/11/2020 20h16Atualizada em 28/11/2020 22h55

Na véspera do segundo turno da eleição para a Prefeitura de João Pessoa, pesquisa Ibope divulgada hoje apontou a vitória de Cícero Lucena (PP), com 58% dos votos válidos, contra Nilvan Ferreira (MDB), com 42% dos votos válidos.

O percentual de votos válidos corresponde à proporção dos votos de cada candidato, descontando-se os votos brancos e nulos e os eleitores indecisos. A margem de erro da pesquisa é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos.

Porcentagem Ibope de votos válidos:

  • Cícero Lucena (PP): 58%
  • Nilvan Ferreira (MDB): 42%

Com relação ao levantamento anterior, de 24 de novembro, Cícero Lucena oscilou três pontos para cima, indo de 55% para 58%. Já Nilvan Ferreira foi de 45% para 42%, uma oscilação negativa na mesma proporção.

Porcentagem Ibope de votos totais:

  • Cícero Lucena (PP): 47%
  • Nilvan Ferreira (MDB): 35%
  • Branco/nulo: 14%
  • Não sabe/prefere não opinar: 5%

A pesquisa Ibope ouviu 602 eleitores em João Pessoa nos dias 27 e 28 de novembro. Encomendada pela TV Cabo Branco, foi registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo PB-00983/2020.

O levantamento tem nível de confiança estimado em 95%, o que significa dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerada a margem de erro.

Você utiliza a Alexa? O UOL é o parceiro oficial da assistente de voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados das últimas pesquisas eleitorais e dos resultados do 2º turno. Para saber sobre a eleição na sua cidade com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, qual é o resultado da pesquisa eleitoral em São Paulo?", por exemplo, ou "Alexa, quem ganhou a eleição no Rio de Janeiro?". Nos encontramos lá!