PUBLICIDADE
Topo

Goiânia: Ibope aponta vitória de Maguito Vilela, com 59%, sobre Vanderlan

Vanderlan Cardoso (PSD) e Maguito Vilela (MDB), adversários no 2º turno da eleição para prefeito de Goiânia - Marcos Oliveira/Agência Senado e Reprodução/Facebook
Vanderlan Cardoso (PSD) e Maguito Vilela (MDB), adversários no 2º turno da eleição para prefeito de Goiânia Imagem: Marcos Oliveira/Agência Senado e Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

28/11/2020 20h13Atualizada em 28/11/2020 22h55

O ex-senador Maguito Vilela (MDB) lidera a disputa eleitoral pela Prefeitura de Goiânia, com 59% dos votos válidos, segundo pesquisa Ibope divulgada hoje. O senador Vanderlan Cardoso (PSD) recebeu 41% das menções. Os votos válidos desconsideram brancos, nulos e abstenções.

Em relação à última pesquisa Ibope, divulgada em 24 de novembro, os dois candidatos oscilaram dentro da margem de erro, que é de quatro pontos percentuais. Na ocasião, Maguito tinha 63% dos votos válidos, e Vanderlan, 37%.

Diagnosticado com covid-19, Maguito está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 27 de outubro e precisou ser intubado duas vezes —a mais recente há 12 dias.

Porcentagem dos votos totais:

  • Maguito Vilela (MDB): 51%
  • Vanderlan Cardoso (PSD): 35%
  • Brancos/nulos: 11%
  • Não sabe/não respondeu: 4%

O Ibope ouviu 602 eleitores presencialmente entre os dias 26 e 28 de novembro. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número GO-05266/2020 e encomendada pela TV Anhanguera.

O nível de confiança utilizado é de 95%, ou seja, é essa a probabilidade de os resultados retratarem o cenário das urnas caso as eleições acontecessem hoje.

Quadro estável de Maguito Vilela

Ontem, boletim médico divulgado pelo hospital informou que o quadro de Maguito é estável e ele continua sedado. No último dia 17, o político iniciou tratamento com ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorporal, na sigla em inglês), aparelho capaz de funcionar como um pulmão e um coração artificiais para pacientes que estão com os órgãos comprometidos.

Há quatro dias, Maguito precisou fazer uma traqueostomia, cirurgia que consiste em abrir um pequeno buraco na garganta, diretamente na traqueia, para ajudar o paciente a respirar.

A decisão pela traqueostomia foi tomada justamente pelo tempo que Maguito passou e ainda passa intubado.

Na semana passada, Vanderlan Cardoso, que disputa o segundo turno com Maguito, acusou a campanha adversária de enganar o eleitor ao dizer que ele está bem quando, na verdade, não está. "Está muito estranha a forma com que estão falando dessa doença dele, tentando passar que ele está melhorando. A gente sabe que a situação é muito complicada", disse Vanderlan em entrevista à Rádio Sagres.

"Vem essa lorota toda, essa conversa estranha. 'Ele está bem', 'ele está bem', mas vai ter que ser intubado de novo. Nós estamos vivendo um estelionato eleitoral em Goiás."

Você utiliza a Alexa? O UOL é o parceiro oficial da assistente de voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados das últimas pesquisas eleitorais e dos resultados do 2º turno. Para saber sobre a eleição na sua cidade com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, qual é o resultado da pesquisa eleitoral em São Paulo?", por exemplo, ou "Alexa, quem ganhou a eleição no Rio de Janeiro?". Nos encontramos lá!

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que constava no texto, Maguito Vilela é ex-senador, e não senador. A informação foi corrigida.