PUBLICIDADE
Topo

Ibope: Irmão de Alcolumbre, Josiel tem 28% dos votos e lidera em Macapá

Josiel (DEM) e Silvana Vedovelli (Avante), candidatos a prefeito e vice-prefeita de Macapá - Reprodução/Facebook
Josiel (DEM) e Silvana Vedovelli (Avante), candidatos a prefeito e vice-prefeita de Macapá Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

03/12/2020 21h58Atualizada em 04/12/2020 11h36

Irmão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), Josiel (DEM) tem 28% das intenções de votos válidos na disputa pela prefeitura de Macapá, segundo pesquisa Ibope divulgada hoje.

O primeiro turno na capital do Amapá acontece no próximo domingo (6), após adiamento determinado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) por conta do apagão que atingiu o estado no mês passado.

Josiel aparece à frente de Dr. Furlan (Cidadania), que tem 14%, Patrícia Ferraz (Podemos) e Capi (PSB), com 13% cada um, e Cirilo Fernandes (PRTB), com 10%. Como a margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos, não é possível dizer quem ocupa a segunda posição e pode disputar um eventual segundo turno, marcado para 20 de dezembro.

Os votos válidos excluem brancos, nulos e abstenções e são o critério usado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado da apuração. Para ser eleito em primeiro turno, um candidato precisa atingir metade mais um do total de votos válidos —a maioria absoluta.

Percentual de votos válidos:

  • Josiel (DEM): 28%
  • Dr. Furlan (Cidadania): 14%
  • Patrícia Ferraz (Podemos): 13%
  • Capi (PSB): 13%
  • Cirilo Fernandes (PRTB): 10%
  • Guaracy (PSL): 9%
  • Paulo Lemos (PSOL): 7%
  • Professor Marcos (PT): 3%
  • Haroldo Iram (PTC): 2%
  • Gianfranco (PSTU): 2%

Considerando os votos totais, o cenário pouco se altera. Josiel ainda aparece na liderança com 25%, seguido por Dr. Furlan (Cidadania), Patrícia Ferraz (Podemos) e Capi (PSB), todos com 12%, e Cirilo Fernandes (PRTB), com 9%.

Brancos e nulos somaram 8%. Outros 3% não souberam ou preferiram não responder.

Percentual de votos totais:

  • Josiel (DEM): 25%
  • Dr. Furlan (Cidadania): 12%
  • Patrícia Ferraz (Podemos): 12%
  • Capi (PSB): 12%
  • Cirilo Fernandes (PRTB): 9%
  • Guaracy (PSL): 8%
  • Paulo Lemos (PSOL): 6%
  • Professor Marcos (PT): 2%
  • Haroldo Iram (PTC): 2%
  • Gianfranco (PSTU): 1%

Rejeição

Empatado em segundo com outros três, Capi é atualmente o mais rejeitado em Macapá, com mais da metade (53%) dos eleitores dizendo que não votariam no candidato do PSB de jeito nenhum. Depois aparece Josiel, com 30%, e Patrícia Ferraz, com 23%.

Apenas 1% dos entrevistados disse que poderia votar em todos os candidatos. Os que não souberam ou preferiram não opinar somaram 4%.

  • Capi (PSB): 53%
  • Josiel (DEM): 30%
  • Patrícia Ferraz (Podemos): 23%
  • Guaracy (PSL): 20%
  • Professor Marcos (PT): 18%
  • Dr. Furlan (Cidadania): 13%
  • Paulo Lemos (PSOL): 9%
  • Cirilo Fernandes (PRTB): 9%
  • Haroldo Iram (PTC): 8%
  • Gianfranco (PSTU): 7%
A soma dos valores ultrapassa 100% porque os eleitores podiam apontar mais de um candidato na resposta.

Informações da pesquisa

O Ibope conversou com 602 eleitores entre os dias 1º e 3 de dezembro, por telefone. Contratada pela Rede Amazônica, afiliada da Rede Globo na região, a pesquisa foi registrada no TRE-AP (Tribunal Regional Eleitoral do Amapá) sob o protocolo AP-01464/2020.

O levantamento tem nível de confiança estimado em 95%, o que significa dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerada a margem de erro.