PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Michelle Obama publica mensagem após morte de George Floyd: 'Exausta'

Michelle Obama - Scott Olson/Getty Images/AFP
Michelle Obama Imagem: Scott Olson/Getty Images/AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/05/2020 22h29

Michelle Obama, ex-primeira-dama dos Estados Unidos, usou suas redes sociais na noite de hoje para se declarar "exausta" com a escalada da violência contra negros no país.

Ela se mostrou triste e revoltada com a morte de George Floyd, um cidadão negro que morreu após ser imobilizado e asfixiado por um policial branco em Mineápolis, no estado de Minnesota. Ao publicar uma ilustração do homem que se tornou símbolo atual da revolta contra o racismo, ela deixou clara a sua tristeza pela situação.

"Como muitos de vocês, estou sofrendo com essas tragédias recentes. E eu estou exausta por um desgosto que nunca parece parar. No momento, são George, Breonna e Ahmaud. Antes disso, eram Eric, Sandra e Michael. Isso continua, continua, continua", escreveu a esposa de Barack Obama no começo de sua mensagem.

Ela continuou: "Raça e racismo são uma realidade que muitos de nós crescemos aprendendo a lidar. Mas se alguma vez esperamos superar isso, não pode ser apenas uma pessoa de cor para lidar com isso", frisou.

Nesse momento, ela fez um pedido. "Cabe a todos nós - negros, brancos, todos - não importa quão bem-intencionados pensemos que podemos ser, fazer o trabalho honesto e desconfortável de enraizá-la. Começa com o auto exame e a escuta daqueles cujas vidas são diferentes da nossa. Termina com justiça, compaixão e empatia que se manifesta em nossas vidas e em nossas ruas", prosseguiu.

"Rezo para que todos tenhamos forças para essa jornada, assim como rezo pelas almas e pelas famílias daqueles que foram tirados de nós", finalizou.

Barack Obama já havia se pronunciado oficialmente sobre o caso George Floyd. Em suas redes sociais, Obama, primeiro presidente negro dos EUA, afirmou que casos como esse não deveriam ser "normal" na América em 2020.

Internacional