PUBLICIDADE
Topo

Seis pessoas que trabalhariam em comício de Trump estavam com covid-19

Apoiador de Donald Trump mede a temperatura antes de participar do comício em Tulsa, Oklahoma, EUA - Shannon Stapleton/Reuters
Apoiador de Donald Trump mede a temperatura antes de participar do comício em Tulsa, Oklahoma, EUA Imagem: Shannon Stapleton/Reuters

Do UOL, em São Paulo

22/06/2020 10h19

O diretor de comunicação da campanha de Donald Trump, Tim Murtaugh, confirmou que seis pessoas que inscritas para trabalhar no primeiro comício do presidente dos Estados Unidos tiveram diagnóstico de coronavírus confirmado antes do evento que aconteceu no sábado.

Segundo Murtaugh, as pessoas foram testadas antes do evento e não participaram do comício.

"Seis membros da equipe avançada apresentaram resultados positivos em centenas de testes realizados, e os procedimentos de quarentena foram imediatamente implementados", disse em entrevista ao site Buzzfeed.

Murtaugh disse também que as pessoas receberiam máscaras ao entrar no estádio em Tulsa, onde o evento aconteceu, mas fotos do local mostram que muitas pessoas estavam sem a proteção adequada.

O primeiro evento de campanha de Trump, que disputa a reeleição, foi considerado uma decepção. Milhares de pessoas se registraram para adquirir o ingresso, mas o estádio ficou vazio.

Internacional