PUBLICIDADE
Topo

Eleições Americanas

Conteúdo publicado há
11 meses

Campanha de Biden diz que democrata 'está no caminho para vencer eleição'

O democrata Joe Biden esteve na Pensilvânia ontem, um dos estados-chave para a definição da eleição presidencial - Kevin Lamarque/Reuters
O democrata Joe Biden esteve na Pensilvânia ontem, um dos estados-chave para a definição da eleição presidencial Imagem: Kevin Lamarque/Reuters

Do UOL, em São Paulo*

04/11/2020 13h07

A campanha do democrata Joe Biden segue confiante na vitória enquanto a apuração dos votos das eleições presidenciais americanas ainda segue indefinida. Jennifer O'Malley Dillon, gerente da campanha, afirmou hoje que vê Biden no caminho do triunfo contra o atual presidente Donald Trump.

"Joe Biden está no caminho para vencer esta eleição e será o próximo presidente dos Estados Unidos", disse Jennifer durante uma coletiva de imprensa.

A gerente também afirmou que espera uma confirmação da vitória de Biden ainda hoje. Para isso, ele teria que chegar à marca de 270 votos dos 538 delegados do Colégio Eleitoral.

A expectativa da campanha de Biden é de que ele possa sair vitorioso em estados-chave como Michigan, Wisconsin e Pensilvânia. A contagem dos votos nessas federações segue e ainda mostra uma disputa apertada e indefinida.

Jennifer disse acreditar que o democrata já venceu em Wisconsin e ainda espera que ele triunfe também em Nevada.

No Michigan, Biden realmente passou à frente do republicano por pequena margem. Segundo apuração do jornal The New York Times, o democrata tem 49,3% dos votos no estado, contra 49,1% de Trump, com 90% das urnas apuradas.

Oito estados decisivos

Michigan é um dos oito estados ainda não concluíram suas apurações, o que pode não ocorrer hoje, empurrando a definição por dias.

Na Pensilvânia, colégio eleitoral cobiçado por contar com 20 delegados, 75% das urnas foram apuradas até o momento. Os resultados parciais mostram Trump com 55,1% dos votos e Biden com 43,6%.

Mas, segundo o New York Times, a expectativa pelos resultados finais do estado deve durar mais alguns dias. É esperado que a contagem dos votos que chegarem pelo correio seja concluída até sexta-feira (6).

Trump diz que venceu eleição

Na madrugada de hoje, Trump fez um pronunciamento na Casa Branca e se autodeclarou vencedor das eleições, embora não houvesse confirmação. Ele disse também que irá recorrer à Suprema Corte para interromper a contagem de votos.

A campanha de Joe Biden reagiu e afirmou que as declarações do republicano são "ultrajantes e sem precedentes". Além disso, afirmou que Trump seria derrotado na Suprema Corte.

Um advogado da equipe de campanha de Biden afirmou que Trump arriscaria "uma das derrotas mais embaraçosas que um presidente já sofreu perante a alta Corte do país" se pedir que as cédulas contadas após o dia da eleição sejam invalidadas, disse o ex-assessor da Casa Branca Bob Bauer.

*Com informações da AFP

Os Estados Unidos não têm um órgão oficial que divulga, em tempo real, os resultados das urnas, como o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no Brasil. Por isso, as agências de notícias e veículos de comunicação como AFP, AP e Fox fazem extrapolações estatísticas e apontam os vencedores por estado. A AFP chegou a considerar definida a apuração do Arizona — e Joe Biden somava mais 11 votos até a manhã desta quinta-feira (5). A contagem de votos continua no estado.

Eleições Americanas