PUBLICIDADE
Topo

Eleições Americanas

Campanha de Trump diz que certificações de Biden são 'etapas processuais'

Desde o início da apuração dos votos, Trump vem insistindo na tese de fraude envolvendo cédulas enviadas pelo correio - CARLOS BARRIA/REUTERS
Desde o início da apuração dos votos, Trump vem insistindo na tese de fraude envolvendo cédulas enviadas pelo correio Imagem: CARLOS BARRIA/REUTERS

Do UOL, em São Paulo

23/11/2020 20h53

Após mais um estado certificar a vitória de Joe Biden nas eleições americanas, a campanha de Donald Trump afirmou que as certificações não passam de uma simples "etapa processual" e que vai continuar combatendo "fraudes eleitorais".

"Vamos continuar a combater as fraudes eleitorais em todo o país enquanto lutamos para contar todos os votos legais. Os americanos precisam saber que os resultados finais são justos e legítimos", defendeu a campanha em comunicado.

Mesmo com as batalhas jurídicas, o governo de Trump autorizou hoje o início do processo de transição para o democrata Joe Biden.

Mais cedo, o estado de Michigan certificou a vitória a Joe Biden. A certificação garante ao presidente eleito os 16 delegados do Colégio Eleitoral, que devem votar a favor do democrata em 14 de dezembro. É neste dia que o Colégio se reúne para que os representantes votem nos candidatos mais votados dos seus estados.

Na última sexta-feira (20), a Geórgia também certificou a vitória do democrata.

Desde o início da apuração dos votos, Trump vem insistindo na tese de fraude envolvendo cédulas enviadas pelo correio. Sem apresentar provas, ele também afirmou que o método de voto "destruiu o sistema" eleitoral dos Estados Unidos.

Eleições Americanas