PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Britânico quebra recorde mundial ao atingir 107,54 km/h em cadeira de rodas

Jason Liversidge foi diagnosticado com doença motora em 2013, e diz que queria deixar um legado para as filhas - Guinness World Records/Divulgação
Jason Liversidge foi diagnosticado com doença motora em 2013, e diz que queria deixar um legado para as filhas Imagem: Guinness World Records/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

04/12/2020 17h09

Um britânico entrou para o Livro dos Recordes ao atingir a velocidade de 107,54 km/h com uma cadeira de rodas elétrica.

Jason Liversidge foi diagnosticado em 2013 com uma doença motora progressiva e tem, atualmente, apenas 5% do movimento corporal. No entanto, nos últimos três anos, ele trabalhou com três especialistas para criar uma cadeira de rodas especial para altas velocidades.

A meta, segundo ele, era deixar um legado para as duas filhas, já que a doença não tem cura.

"Inspiração é uma palavra muito usada, embora eu não goste muito do termo. Estou apenas fazendo o que acho que é a coisa certa para minha família. Que pai não iria tentar fazer o melhor por seus filhos?", questionou Liversidge, segundo divulgou ontem o Guinness. "Minha mulher, Liz, acha que eu sou um pouco maluco por fazer isso, mas me dá 100% de apoio", acrescentou.

O protótipo foi levado para o campo de voo de Elvington, no condado inglês de Yorkshire. Coube à Associação de Cronometragem do Reino Unido aferir a velocidade.

Foram três tentativas até que Liversidge atingisse a maior velocidade. Na primeira, a cadeira de rodas chegou a 82,55 km/h. Na segunda, 84,81 km/h. Até que veio a terceira, superando 107 km/h.

Com o feito, Liversidge não apenas entrou para o Guinness com o recorde de maior velocidade com um protótipo elétrico de mobilidade, como ainda arrecadou mais de 5,4 mil (cerca de R$ 37,6 mil) para a Associação de Doenças Motoras do Reino Unido.

Internacional