PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
5 meses

Avanço das forças russas desacelerou, diz autoridade da Ucrânia

Do UOL, em São Paulo*

08/03/2022 09h37Atualizada em 08/03/2022 10h22

O avanço das forças russas na Ucrânia desacelerou significativamente e as forças ucranianas estão contra-atacando em algumas áreas, disse o conselheiro presidencial ucraniano Oleksiy Arestovych hoje, dia em que a invasão completa 13 dias.

"O ritmo do avanço do inimigo desacelerou consideravelmente, e em certas direções onde eles estavam avançando, praticamente parou", disse ele em um briefing televisionado. "As forças que continuam a avançar, avançam em pequenas forças."

Mapa Rússia invade a Ucrânia - 26.02.2022 - Arte UOL - Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Um comboio de 65 km de extensão de veículos militares russos próximo de Kiev não avança desde a semana passada. De acordo com autoridades ocidentais, haveria problemas logísticos, como falta de combustível; enquanto a Rússia disse que a pouca movimentação da coluna é estratégica.

As forças estão a cerca de 25 km do centro da capital ucraniana.

Corredores humanitários

Ontem, a Rússia anunciou uma trégua em alguns locais para permitir que civis deixem áreas de risco. A Ucrânia, porém, acusa a Rússia de impedir a saída de mulheres, idosos e crianças na cidade de Mariupol. "O inimigo executou um ataque exatamente na direção do corredor humanitário", disse o Ministério da Defesa ucraniano.

O governador de Sumy, Dmitro Jivitski, disse também que houve um tiroteio na área de evacuação. "Este caso confirma que não há 100% de segurança ao sair", disse ele em publicação nas redes sociais.

A ONU (Organização das Nações Unidas) anunciou hoje que o número de refugiados em razão do conflito na Ucrânia superou a marca de 2 milhões de pessoas. Cerca de metade foi para a Polônia.

*Com informações da Reuters