Conteúdo publicado há 2 meses

Milei revoga norma sobre nepotismo e nomeia irmã a cargo no governo

O presidente argentino Javier Milei revogou um decreto para nomear sua irmã a um cargo no governo.

O que aconteceu

Milei alterou um decreto que impedia o presidente de nomear familiares diretos na administração pública. O novo texto foi publicado hoje.

Karina Milei tomou posse como secretária-geral da Presidência e como primeira-dama. Oficialmente, quem ocupa o cargo é responsável por auxiliar o presidente na concepção de políticas públicas, preparar mensagens e executar tarefas cerimoniais e protocolares, segundo a imprensa argentina.

Segundo o jornal Clarín, Karina é a pessoa mais próxima e influente de Milei. O presidente se emocionou ao empossar sua irmã em cerimônia na Casa Rosada.

Milei terá primeira reunião de gabinete

Nesta segunda-feira (11), um dia após a posse, Javier Milei se reuniu com sua equipe para dar início às mudanças econômicas mais estruturais. As medidas devem ser encaminhadas ao Congresso ainda essa semana.

O pacote de medidas econômicas deve ser anunciado nos próximos dias. Algumas necessitam da aprovação do Congresso, mas outras não, como a retirada de subsídios de tarifas públicas, a exemplo da água, luz e transporte. Também se prevê a liberação do preço dos combustíveis e dos planos de saúde.

Continua após a publicidade

Milei já informou que não realizará obras públicas e essa decisão entraria como forma de veto. Outra demanda cara a Milei é a privatização de empresas públicas, como a petroleira YPF e as Aerolineas Argentinas, entre outras; além da revisão de planos sociais e aposentadorias. Essas medidas, no entanto, precisam passar pelo Congresso.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes