Onda de frio deixa 4 Estados abaixo de zero; massa polar segue para Rio

Do UOL, em São Paulo

A onda de frio que chegou ao Brasil deixou cidades de quatro Estados com temperaturas abaixo de zero de segunda para terça-feira (18), segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia): Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. 

Com -7,4ºC, Bom Jardim da Serra (SC) registrou a temperatura mais baixa do ano no país. É a segunda menor temperatura da estação, perdendo apenas para o inverno de 2013 que chegou a -7,8ºC. Outros 49 municípios de Santa Catarina também amanheceram no negativo, com sensações térmicas de até -17 ºC, em Urupema, e registro de neve. 

Wagner Urbano/Mafalda Press/Estadão Conteúdo
18.jul.2017 - Com temperaturas negativas, a cidade de São Joaquim, na Serra Catarinense,amanhece coberta de gelo

Na capital Florianópolis, os termômetros marcaram 3,2ºC. Além de ser a temperatura mais baixa neste ano, chama atenção pela queda brusca. No domingo (16), muitas pessoas foram às praias, quando os termômetros marcaram 32°C.

Já os termômetros em Inácio Martins (PR) e São José dos Ausentes (RS) marcaram -4 ºC. Em Mato Grosso do Sul, o frio foi mais intenso na cidade de Ponta Porã, que atingiu a marca de -0,3 ºC. 

Bombeiros Voluntários de Irani/Divulgação
17.jul.2017 - Neve cai em Irani (SC) e vira brincadeira para crianças

Em Porto Alegre, os termômetros marcavam 0,7°C no Morro da Polícia, na região leste da capital. No centro, fazia 4°C nas primeiras horas da manhã.

Já Mato Grosso, Acre e Rondônia --tradicionalmente conhecidos pelo calor-- viram suas temperaturas despencarem para 7,2ºC (Campo Verde), 11,3ºC (Epitaciolândia) e 11,1ºC (Guajará-Mirim).

"Estados que, nessa época do ano, costumam registrar temperaturas mínimas que variam de 15ºC a 18ºC", informa o Inmet.

De acordo com o instituto, esse é o inverno mais intenso dos últimos três anos, mas bem parecido com o de julho de 2013, que também enfrentou massa polar similar a essa. O recorde de frio no Brasil foi registrado em 1975 em Guarapuava (Paraná), quando os termômetros registraram -10ºC.

Wagner Urbano
18.jul.2017 - Temperaturas negativas congelam árvores em São Joaquim, na Serra Catarinense

Wagner Urbano
18.jul.2017 - Árvores congeladas viram atração para turistas em São Joaquim, na Serra Catarinense

São Paulo teve queda de 17°C em 24 horas

O frio que chegou a São Paulo nesta terça fez as temperaturas despencarem na capital paulista. Segundo a Climatempo, a diferença foi de 17°C em apenas 24 horas. 

Na segunda-feira (17), os termômetros no Aeroporto de Congonhas, zona sul da cidade, marcavam 25°C às 16 horas. No mesmo horário nesta terça, o registro era de apenas 8°C. 

Nelson Antonie/Estadão Conteúdo
Paulistas enfrentam forte frio pelas ruas da cidade de São Paulo

"Massas polares fortes provocam queda em 24 horas de pelo menos 10°C. E essa massa polar é extremamente forte e provavelmente será a mais forte do ano", explica a meteorologista da Climatempo, Josélia Pegorim.

A capital paulista teve a segunda tarde mais fria nos últimos 13 anos, segundo o Inmet. Às 15h, os termômetros marcaram 10,2°C, no mirante de Santana. Antes disso, em 24 de julho de 2013, a capital teve uma tarde com 8,6°C.

No Estado, a cidade mais fria foi Barra do Turvo, que registrou 2,4ºC. 

O pior já passou 
Fabian Ribeiro/Agência Free Lancer/Estadão Conteúdo
18.jul.2017 - Onda de frio provoca geada em Santana do Livramento (RS)

A boa notícia é que, segundo o Inmet, o pico do frio já passou. "A partir de amanhã, as temperaturas mínimas nesses Estados devem começar a subir um ou dois graus."

Em Santa Catarina, por exemplo, as mínimas devem oscilar entre -3 ºC e 4 ºC nos próximos quatro dias. Uma variação similar também está prevista para o Rio Grande do Sul (-2 ºC e 5 ºC) e Paraná (-3 ºC e 7 ºC).

Nesta quarta-feira (19), a previsão ainda é de temperaturas negativas no Mato Grosso do Sul (-1 ºC) e no sudoeste do Estado de São Paulo (-1 ºC). Já na capital paulista, a mínima prevista para os próximos quatro dias vai varia de 8 ºC a 13 ºC.

Frio avança para o Rio

A massa de ar frio avança nesta quarta-feira (19) com "menos intensidade" para o Estado do Rio de Janeiro, derrubando as temperaturas mínimas de 8 ºC para 4 ºC, segundo previsão do Inmet. A máxima prevista é de 23 ºC.

Na capital fluminense, os termômetros devem registrar entre 19 ºC e 14 ºC, com possibilidades de chuvas e ventos moderados. (*Com informações da Agência Estado)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos