Ambiente

Enxurrada de água em praia de SC foi causada por transbordamento de lagoa

Do UOL, em São Paulo

A enxurrada de água que invadiu a praia do Novo Campeche, em Florianópolis (SC), na quarta-feira (10), foi provocada pelo extravasamento de água da Lagoa Pequena, localizada na região. De acordo com a Fatma (Fundação do Meio Ambiente, vinculada ao governo de SC), a grande quantidade de chuvas fez com que a força da água rompesse a barreira natural de areia da lagoa.  

Pessoas que estiveram no local relataram a presença de mau cheiro na água da enxurrada, o que levantou a suspeita de que houvesse esgoto. Segundo a Fatma, o cheiro forte é de matéria orgânica em decomposição proveniente de manguezais. 

A invasão de uma água escura, acompanhada de muita sujeira, foi publicada nas redes sociais (veja o vídeo acima). 

Leia também: 

A Fatma recomendou que banhistas evitem áreas de saídas de rio e águas pluviais por um período de até 24 horas após a ocorrência de chuvas.

"A praia ali é grande. Há outros pontos que as pessoas podem ir. No Campeche, a Fatma monitora três pontos. Os outros dois estão próprios. É só acompanhar no fatma.sc.gov.br ou no APP Praias SC, disponível para Android", diz o órgão.

Chuvas fortes continuam no litoral catarinense

Chuvas fortes ainda se concentraram na faixa leste de Santa Catarina, incluindo a capital.

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) registrou em Florianópolis o maior volume de chuva nas últimas 24h na cidade -- com 144,9 mm, contra 146,2 mm no maior registro anterior, em julho de 2015.

A Defesa Civil orienta que as pessoas evitem contato com as águas nas áreas de alagamento e emite alerta para o litoral catarinense, entre a capital e Camboriú, para as próximas 12h. No caso de movimento de terras, inclinação de postes e árvores, recomenda-se que os moradores saiam de casa e acionem a Defesa Civil.

A precipitação intensa deve continua a atingir Florianópolis na sexta-feira (12), embora com menor intensidade em relação aos dias anteriores. No sábado (13), as chuvas perdem força no Estado e avançam para o norte da região. Em todas as áreas, a sensação de calor predomina, com máximas em torno dos 30°C.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos