Topo

Tubarão mais veloz do mundo aparece morto em SC; corpo desaparece

Reprodução/Facebook/Visor Notícias
Imagens de tubarão anequim morto em praia de Itapema (SC) circulam pelas redes sociais Imagem: Reprodução/Facebook/Visor Notícias

Aline Torres

Colaboração para o UOL, em Florianópolis

2019-06-05T21:47:08

05/06/2019 21h47

Um tubarão raro da espécie Isurus oxytinchus, conhecido como anequim e considerado entre os mais rápidos do mundo, foi encontrado morto na manhã de hoje em Itapema, litoral de Santa Catarina. O corpo do animal desapareceu antes de o Corpo de Bombeiros ou de a equipe do Museu Oceanógrafo da Univali (Universidade do Vale do Itajaí) chegarem ao local.

O tenente do Corpo de Bombeiros Luann Leon Chrun disse que ao chegar à praia soube que o animal havia sido levado por banhistas.

Na segunda à noite, ainda segundo o tenente, o animal estava encalhado e foi socorrido pelos bombeiros. De acordo com Chrun, a operação foi rápida, e o tubarão de dois metros de comprimento parecia cansado.

O professor Jules Soto, curador do Museu Oceanógrafo, lamentou o sumiço do animal. "É raro ver um anequim na costa, quando acontece é sempre um animal jovem", disse.

Sem o corpo, é difícil saber a causa da morte. Soto cogita algumas hipóteses, como infestação de parasitas, ferimentos internos ocasionados pela pesca predatória ou disputa com golfinhos, que não se relacionam bem como essa espécie.

O professor também comentou que o anequim chega a atingir velocidade de até 60 km/h, é o tubarão mais feroz dos mares, mas que os banhistas não correm risco. Os adultos, que têm perfil de caça, não se aproximam da praia.

Tubarão morde menino de 12 anos em Fernando de Noronha (PE)

UOL Notícias

Mais Meio Ambiente