Mais informação com menos tempo de leitura
Topo

Bolsonaro divulga vídeo de Enéas Carneiro: "Querem os bens da Amazônia"

Bolsonaro divulga vídeo de Enéas Carneiro: "Querem os bens da Amazônia"

UOL Notícias

Wandelrey Preite Sobrinho

Do UOL, em São Paulo

17/08/2019 09h33

Após uma semana de críticas à Noruega e Alemanha, que anunciaram a suspensão de doações voltadas à preservação da Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) compartilhou nas redes sociais um vídeo de Enéas Carneiro. O deputado já morto do Prona afirma que países europeus têm interesse em explorar as riquezas da floresta brasileira.

Bolsonaro compartilhou o vídeo em sua conta no Twitter com um texto próprio em que diz que, de 1995 a 2016, "o Brasil foi saqueado e transformado num anão em suas relações internacionais".

Enéas Carneiro, Sargento do Exército e Médico, nos dá a certeza da urgência de nos preocuparmos com a rica e cobiçada Amazônia.
Jair Bolsonaro, presidente

No vídeo, uma série de imagens da Amazônia servem de cobertura para um discurso de Enéas. "Se olhar com atenção, os senhores vão entender porque existe tanta gritaria lá fora a favor da Amazônia. Não é a favor do bem da Amazônia, é a favor dos bens da Amazônia", diz.

Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha tem preocupação zero com índio. Isso é conversa fiada, balela para quem é mentecapto, pra quem tem hipóxia cerebral.
Enéas Carneiro

Para Enéas, a preocupação não é com o indígena. No subsolo da região Yanomami, diz, "estão riquezas imensuráveis". "Está o futuro do planeta. É de lá que sairá a cota energética que movimentará o mundo."

"Vamos acabar com essa farsa. Vamos proteger a Amazônia dos alienígenas vigiando todas as vias de acesso a seu interior, inclusive o espaço aéreo para acabar com a evasão das suas riquezas", afirma o folclórico político.

Ele conclui com seu tradicional bordão e prometendo "armar as Forças Armadas para cuidar do território nacional".

O Brasil não tem o que temer, meu nome é Enéas!

Imagem de Bolsonaro cumprimentando Enéas aparece no final do vídeo divulgado pelo presidente - Reprodução
Imagem de Bolsonaro cumprimentando Enéas aparece no final do vídeo divulgado pelo presidente
Imagem: Reprodução

Noruega e Alemanha

Na última quinta-feira (15), o ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega, Ola Elvestuen, anunciou o congelamento de novos repasses ao Fundo Amazônia, reserva de capital estrangeiro destinada a ações de preservação ambiental e combate ao desmatamento. O valor bloqueado é equivalente a R$ 134 milhões.

A decisão ocorre porque o Ministério do Meio Ambiente brasileiro decidiu reformular a gestão do fundo e extinguir o Cofa (Comitê Orientador do Fundo Amazônia), criado para estabelecer critérios para aplicação dos recursos na região.

Dias antes, a Alemanha também já havia congelado novas doações à Amazônia pelas mesmas razões. Questionado, Bolsonaro afirmou que a chanceler alemã, Angela Merkel, deveria pegar o dinheiro e reflorestar o seu país.

Eu queria até mandar um recado para a senhora querida Angela Merkel, que suspendeu US$ 80 milhões para a Amazônia. Pegue essa grana e refloreste a Alemanha, ok? Lá está precisando muito mais do que aqui.

Noruega suspende repasses ao fundo Amazônia

Band Notí­cias

Mais Meio Ambiente