PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Esse conteúdo é antigo

Incêndio no Pantanal ameaça maior concentração de onças-pintadas do mundo

Desde 5 de agosto, o Ministério da Defesa estendeu a Operação Pantanal que se dedicava ao combate aos incêndios no Mato Grosso do Sul para o Mato Grosso - Mayke Toscano/Secom-MT
Desde 5 de agosto, o Ministério da Defesa estendeu a Operação Pantanal que se dedicava ao combate aos incêndios no Mato Grosso do Sul para o Mato Grosso Imagem: Mayke Toscano/Secom-MT

Do UOL, em São Paulo

08/09/2020 18h06

O fogo na região de Porto Jofre, na cidade de Poconé (MT), atingiu o Parque Estadual Encontro das Águas, local conhecido por abrigar a maior concentração de onças-pintadas do mundo, informou o governo estadual do Mato Grosso.

Na manhã de hoje, o Corpo de Bombeiros deslocou mais duas equipes para atuar junto aos 46 homens que já estão diretamente empregados no combate ao incêndio, que dura mais de 40 dias.

Desde 5 de agosto, o Ministério da Defesa estendeu a Operação Pantanal que se dedicava ao combate aos incêndios no Mato Grosso do Sul para o Mato Grosso. Cerca de 1,7 milhão de hectares devem ter sido destruídos, no Mato Grosso, por causa de incêndios florestais. Além da ação humana, a vegetação seca e o calor potencializam o surgimento de focos de incêndio no estado.

O governo mato-grossense informou que os Bombeiros priorizam a proteção de regiões de pousadas e fazendas, além das mais de 140 pontes presentes na Transpantaneira.

Há hoje 122 homens atuando diretamente no combate ao fogo do Pantanal mato-grossense. Entre eles há militares do Corpo de Bombeiros, policiais militares da Sesp (Secretaria Estadual de Segurança Pública), servidores da Sema (Secretaria do Meio Ambiente), Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul, militares da Marinha do Brasil, do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) e do Ibama (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade).

Meio Ambiente