PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Conteúdo publicado há
15 dias

Buraco de 80 metros assusta moradores e ameaça engolir casa no México

Buraco chegou hoje ao tamanho de 80 metros, alarmando moradores de área rural no México  - Reprodução/Youtube/ News 12AM
Buraco chegou hoje ao tamanho de 80 metros, alarmando moradores de área rural no México Imagem: Reprodução/Youtube/ News 12AM

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/06/2021 14h51Atualizada em 02/06/2021 14h51

Quando moradores de uma zona rural mexicana ouviram um enorme estrondo no sábado (29), eles suspeitaram que talvez um raio tivesse caído por perto. Mas na verdade, o barulho foi causado por um buraco gigante que se abriu e agora ameaça engolir uma casa na região.

De acordo com a AFP, a cratera já chegou aos 80 metros de largura e em breve pode alcançar a residência, que fica em Santa Maria Zacatepec, no estado de Puebla.

Na casa, vive a família de Heriberto Sanchez, um cidadão do estado de Veracruz, no sudeste do México. "Não temos nada. Não somos daqui. Não temos parentes. Estamos sozinhos", lamentou o morador, que teme ficar desabrigado, à AFP.

O buraco, que está lotado de água, tem crescido dezenas de metros nos últimos dias. No domingo (30), ele tinha 30 metros de largura, de acordo com as autoridades locais.

Há várias hipóteses que podem explicar a abertura da cratera. Cientistas e representantes da região dizem que uma falha geológica ou até mesmo a variação no teor da água do solo podem ser fatores atrelados ao fenômeno.

Vários pedaços de terra estão se soltando da borda do buraco, causando alarde na população e em muitos curiosos, que notaram um cordão de segurança colocado em volta do local.

De acordo com a CNN, funcionários de órgãos públicos farão agora uma investigação do incidente, incluindo estudo do solo da área, o que pode levar até 30 dias.

"[O buraco] vai crescer até que a natureza decida, quando a água deixar de fazer pressão", disse Miguel Barbosa, governador do estado de Puebla. "O importante agora é a segurança pública", salientou, ao acrescentar que os afetados pelo ocorrido serão indenizados.

Meio Ambiente