Topo

Após partido deixar governo, Collor sai do PTB e diz que 'volta para casa'

Pedro França/Agência Senado
Imagem: Pedro França/Agência Senado

Carlos Madeiro

Colaboração para o UOL, em Maceió

31/03/2016 12h34

O senador por Alagoas Fernando Collor de Mello anunciou, nesta quinta-feira (31), que se filiou ao PTC. O ex-presidente estava antes no PTB, mas decidiu deixar o partido após o anúncio de desembarque do governo federal.

O senador disse ainda que recebeu convites de legendas neste período. Mas a filiação dele foi anunciada como uma "volta pra casa", como ele mesmo declarou pelo Facebook. O partido é presidido pelo mesmo pelo mesmo líder do PRN ao qual foi eleito presidente em 1989. Foi o PRN que deu origem ao PTC.

"Pesou na decisão a identidade programática e a relação histórica com dirigentes nacionais da legenda, como o presidente Daniel Tourinho. O partido, com o número 36, sucedeu o antigo PRN, sigla pela qual Collor elegeu-se presidente da República, em 1989", disse o senador, em comunicado oficial.

 

PTC, O NOVO PARTIDO DE COLLOR - Senador Collor já está filiado ao Partido Trabalhista Cristão. Após análise de vários...

Publicado por Fernando Collor em Quinta, 31 de março de 2016

 

Collor havia anunciado sua saída do PTB no dia 18 de março, em comunicado também pelas redes sociais. 

Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o partido tem 182 mil filiados no país. O PTC, porém, não tem deputados federais e, até a filiação de Collor, não possuía senador. 

Após a renúncia em 1992, Collor retornou à política como filiado do PRTB, partido de Levy Fidelix, em 2000. Por ele, se elegeu senador por Alagoas em 2006; logo após tomar posse no Senado, entrou no PTB.

Política