Topo

"O único problema do senador Flávio é o sobrenome", diz general Mourão

Luciana Amaral e Gustavo Maia

Do UOL, em Brasília

22/01/2019 15h01Atualizada em 22/01/2019 15h26

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) declarou nesta terça-feira (22) que o único problema do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) é o sobrenome.

Envolvido em investigação sobre movimentações financeiras atípicas de seu ex-assessor, Fabrício Queiroz, o parlamentar é o primogênito do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

"O único problema do senador Flávio qual é?", questionou o presidente em exercício, ao ser perguntado sobre o episódio na chegada ao Palácio do Planalto por volta das 14h45.

"É o sobrenome. Se o sobrenome dele fosse Silva...", complementou Mourão.

Questionado se as movimentações financeiras não são um problema, o general disse que esta é uma questão que cabe somente ao senador eleito.

"O problema é dele [Flávio], né? Mas o que acontece? Há essa repercussão toda pelo sobrenome dele. Agora, assim como ele, tem mais outros 25 deputados lá da Assembleia Legislativa [do Rio de Janeiro] investigados por problemas similares", declarou.

Indagado sobre as novas revelações de que Flávio Bolsonaro teria empregado a mãe e a mulher de um acusado de integrar uma milícia no Rio, o presidente em exercício disse que ficou sabendo dessas informações durante o voo de volta da capital fluminense para Brasília, no início da tarde.

Por isso, explicou, não poderia comentar o episódio.

Mourão foi questionado ainda se Flávio, como filho do presidente e senador eleito, não deveria dar o exemplo, e respondeu que é preciso "aguardar para ver a extensão dos acontecimentos".

Ele disse que ainda que a Justiça está fazendo o devido trabalho, assim como os investigadores.

A pedido de Flávio, no entanto, a investigação foi suspensa por decisão liminar (provisória) do ministro Luiz Fux, do STF (Supremo Tribunal Federal).

No início dos questionamentos de jornalistas sobre o caso envolvendo o filho do presidente, Mourão disse que não entraria no assunto novamente, por já ter se manifestado nos últimos dias. Mas acabou falando outra vez.

Política