PUBLICIDADE
Topo

Política

Esse conteúdo é antigo

Bolsonaro confirma que não vai à posse de rival de Macri na Argentina

Isac Nobrega/PR
Imagem: Isac Nobrega/PR

Hanrrikson de Andrade

Do UOL, em Brasília

01/11/2019 10h42

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) confirmou hoje que não vai à cerimônia de posse do presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, marcada para 10 de dezembro. "Não vou falar que devo nem que não devo. Eu não vou! Está decidido", disse o mandatário.

Fernández pertence ao grupo peronista e, por isso, é considerado alinhado à esquerda no espectro ideológico do país vizinho. Sua vitória foi vista com desagrado por Bolsonaro, aliado do atual presidente, Maurício Macri, que falhou na tentativa de se reeleger.

Fernández tem como vice a ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner, símbolo da esquerda na América do Sul e constantemente criticada por Bolsonaro.

"Olha a situação complicada que se encontra a Argentina. Nossos irmãos aqui no Sul. Peço a Deus que dê tudo certo lá. Torci, né, torci pelo outro candidato, mas já que [Fernández] ganhou, vamos em frente. Da minha parte não tem qualquer retaliação. E espero que eles continuem fazendo política conosco, uma semelhante à que o Macri fez até o momento."

As declarações de Bolsonaro ocorreram durante sua saída do Palácio da Alvorada na manhã de hoje. O presidente foi a Ceilândia, cidade satélite do Distrito Federal, para visitar uma menina de 9 anos que recebeu transplante de coração.

Não há compromissos oficiais para o restante do dia.

Política