Topo

Ministro comemora aprovação do Médicos pelo Brasil: "Estamos avançando"

Luiz Henrique Mandetta ainda destaca que o programa adota a meritocracia como critério de seleção dos médicos - Wilson Dias/Agência Brasil
Luiz Henrique Mandetta ainda destaca que o programa adota a meritocracia como critério de seleção dos médicos Imagem: Wilson Dias/Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

27/11/2019 19h09

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, usou as redes sociais para comemorar a aprovação da MP (medida provisória) 890, que institui o programa Médicos pelo Brasil em substituição ao Mais Médicos.

Em vídeo publicado no Twitter, Mandetta destaca que o novo programa adota a meritocracia como critério de seleção dos médicos, além de estabelecer obrigatoriedade de vínculo trabalhista e movimentação típica de carreira para os profissionais participantes.

O ministro também ressalta que somente médicos com CRM (cadastro no Conselho Regional de Medicina) válido poderão fazer parte do projeto.

"[O Médicos pelo Brasil é] Mais um passo na reestruturação da atenção primária, pautada pela qualidade e pela valorização desse profissional tão importante para o Brasil", afirma Mandetta. "Parabéns a todos aqueles que trabalharam na construção do texto."

A matéria foi remetida ao Senado depois de ter recebido aval da Câmara dos Deputados ontem (26), e precisou ser discutida e votada a toque de caixa. A aprovação do texto-base se deu em pleito simbólico e com anuência da oposição.

Se a matéria não tivesse sido incluída na pauta e votada pelos senadores, ela perderia a validade amanhã (28).

Política