PUBLICIDADE
Topo

Damares Alves alerta para golpe em nome de seu ministério via celular

Ministra Damares Alves palestra sobre intimidade na Igreja Batista Getsêmani, em Belo Horizonte - Daniel Stone/Futura Press/Folhapress
Ministra Damares Alves palestra sobre intimidade na Igreja Batista Getsêmani, em Belo Horizonte Imagem: Daniel Stone/Futura Press/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

18/02/2020 15h09

Um golpe pedindo dados via SMS está sendo praticado em nome do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A informação foi dada pela própria pasta em nota divulgada hoje.

O ministério recebeu a denúncia de que indivíduos estão entrando em contato com cidadãos em nome da pasta e da ministra Damares Alves para solicitar dados que possibilitem o envio de um convite para um determinado evento.

Após confirmação de email e telefone, o indivíduo solicita ao dono do celular que envie um "código de protocolo" recebido por SMS. A estratégia é usada para roubo de dados do cidadão.

"Falam sobre evento reservado em 3 de março comigo. É mentira. O código dá acesso ao seu WhatsApp. É roubo de dados. Se receber isso ligue pro Disque 100 ou acione a polícia", comentou Damares em seu perfil no Twitter.

Na nota, o ministério afirma que "nenhum convite para evento é enviado segundo esse procedimento e que esta pasta não solicita nenhum código de protocolo". O governo recomenda que o cidadão que for alvo do golpe faça um boletim de ocorrência e denuncie o caso pelo Disque 100 — Disque Direitos Humanos.

Política