PUBLICIDADE
Topo

Fora da agenda, Bolsonaro faz visita técnica a Hospital das Forças Armadas

3.abr.2020 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília - Joedson Alves/EFE
3.abr.2020 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília Imagem: Joedson Alves/EFE

Guilherme Mazieiro*

Do UOL, em Brasília

10/04/2020 11h15

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez hoje uma "visita técnica" ao Hospital das Forças Armadas, em Brasília. Segundo a assessoria de imprensa do Planalto, ele estava acompanhado do ministro da Defesa, Fernando Azevedo. O compromisso não constava na agenda oficial desta sexta-feira (10).

O presidente deixou o Palácio da Alvorada (residência oficial) por volta das 9h e até às 10h30 permanecia na unidade hospitalar. Assessoria informou que Bolsonaro se encontrou com o corpo técnico da unidade, e não deu detalhes da visita.

Durante a saída do Alvorada, a comitiva de Bolsonaro evitou a portaria principal, onde tradicionalmente ele passa e ficam jornalistas e apoiadores.

No final da tarde de ontem, Bolsonaro foi a uma padaria na Asa Norte de Brasília, contrariando as orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que defendem o isolamento.

No embate com Mandetta, Bolsonaro disse ontem que o "paciente pode trocar de médico", em resposta às declarações do ministro de que "médico não abandona o paciente", sobre uma eventual saída da chefia da pasta.

Bolsonaro se negou a mostrar os exames que fez sobre o novo coronavírus. Ele alegou que não estava contaminado nas duas vezes que fez a análise clínica. Ao menos 23 pessoas da comitiva que esteve com o presidente nos Estados Unidos foram infectadas. Entre elas, o secretário de comunicação, Fábio Wajngarten, e os ministros Bento Albuquerque (Minas e Energia) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).

*Com Estadão Conteúdo

Política