PUBLICIDADE
Topo

Política

Ex-funcionária de Bolsonaro, filha de Queiroz exalta Mandetta após demissão

Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro - Reprodução/SBT
Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro Imagem: Reprodução/SBT

Igor Mello

Do UOL, no Rio

17/04/2020 16h25

Filha do ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz e ex-assessora do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Câmara dos Deputados, Nathália Melo de Queiroz quebrou o silêncio sobre temas políticos nas redes sociais e exaltou Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), demitido ontem do comando do Ministério da Saúde. Em tratamento contra câncer, Queiroz integra grupo de risco para covid-19.

Em seu perfil no Instagram, a personal trainer reproduziu um post do MBL (Movimento Brasileiro Livre) com a mensagem de Mandetta afirmando que havia sido demitido por Bolsonaro. O MBL faz oposição ao governo e tem várias de suas principais lideranças filiadas ao DEM, como o deputado federal Kim Kataguiri.

Mandetta foi demitido após uma série de atritos públicos com o presidente, que defende o relaxamento das medidas de isolamento social em nome da recuperação da atividade econômica. Já o ex-ministro recomendava a manutenção das medidas de contenção da doença adotadas por prefeitos e governadores, em linha com a OMS (Organização Mundial de Saúde) e autoridades científicas do Brasil e do exterior.

Nathália esteve nomeada no gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados entre dezembro de 2016 e outubro de 2018. Antes disso, ela havia ocupado cargos no gabinete de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio) desde 2007, quando o pai dela se tornou uma espécie de chefe informal do gabinete do então deputado estadual.

Em tratamento contra câncer, Queiroz integra grupo de risco

Amigo de Bolsonaro desde a década de 1980, Fabrício Queiroz segue em tratamento contra câncer descoberto no fim de 2018, segundo áudios revelados nesta semana pela revista Veja. O quadro o coloca como grupo de risco para a covid-19. Em mensagem enviada a um amigo, Queiroz afirma que iria fazer uma cirurgia na próstata e se mostra preocupado com a doença causada pelo coronavírus.

Nathália Melo de Queiroz, filha de Fabrício Queiroz, exaltou Mandetta após demissão - Reprodução - Reprodução
Nathália Melo de Queiroz, filha de Fabrício Queiroz, compartilhou publicação exaltando Mandetta após demissão
Imagem: Reprodução

"Amanhã estou me submetendo a essa cirurgia grande aí, anestesia geral, entendeu. Esse problema aqui em São Paulo está demais também, de coronavírus. Se Deus quiser, vou sair dessa aí, e todo o povo brasileiro também, né, irmão?", disse Queiroz na mensagem.

Investigação de rachadinha

Nathália é investigada pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio) por participação no suposto esquema de rachadinha no gabinete de Flávio Bolsonaro.

Ela foi uma das servidoras citadas no relatório do antigo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), hoje rebatizado de UIF (Unidade de Inteligência Financeira), por devolver parte dos salários para Queiroz. Posteriormente, esteve entre as 96 pessoas e empresas que tiveram os sigilos fiscal e bancário quebrados pela Justiça a pedido do MP-RJ.

Nathália Melo de Queiroz, filha de Fabrício Queiroz - Reprodução - Reprodução
Nathália Melo de Queiroz, filha de Fabrício Queiroz, foi nomeada nos gabinetes de Jair e Flávio Bolsonaro
Imagem: Reprodução

O relatório de inteligência financeira foi o estopim das investigações do caso, nas quais os promotores apontam Flávio e o próprio Queiroz como chefes de um esquema de desvio de parte dos salários de servidores. Em documento que embasou mandados de busca e apreensão em dezembro passado, o MP-RJ afirma ver fortes indícios da prática dos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz sempre negaram todas as acusações.

Nathália passou a adotar postura discreta nas redes sociais após o caso Queiroz vir a público. Ela chegou a excluir suas contas, mas retornou ao Instagram em meados do ano passado. A personal trainer retomou o uso cotidiano da rede social em março, após meses sem fazer nenhum novo post. Ela posta registros de sua rotina de exercícios físicos e do trabalho em academias, mas não faz menções à família ou a assuntos políticos.

Política