PUBLICIDADE
Topo

Política

Após ver posse por vídeo, Bolsonaro vai à PGR cumprimentar novo procurador

14.mai.2020 - O presidente da República, Jair Bolsonaro, é visto usando máscara de proteção durante entrevista na portaria do Palácio da Alvorada - DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO
14.mai.2020 - O presidente da República, Jair Bolsonaro, é visto usando máscara de proteção durante entrevista na portaria do Palácio da Alvorada Imagem: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

25/05/2020 11h13Atualizada em 25/05/2020 13h56

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou hoje, por videoconferência, do evento de posse do novo procurador federal dos Direitos do Cidadão, Carlos Alberto Vilhena.

Ao fim do evento, Bolsonaro disse que iria até a sede da Procuradoria-Geral da República (PGR), onde acontecia o evento de posse, "apertar a mão" de Vilhena. Apesar de o presidente falar em tom de piada, a Secretaria de Comunicação (Secom) do governo confirmou a ida do presidente ao prédio do MP (Ministério Público).

Bolsonaro disse que Vilhena é "um grande homem" e lhe desejou sorte no cargo que irá ocupar pelos próximos dois anos.

Já o procurador fez um discurso forte e disse estar empenhado em trabalhar em prol dos "vulneráveis e das minorias".

"Reitero o direito de todos cidadãos à saúde, moradia, alimentação, educada, segurança, educação e à memória", afirmou Vilhena no discurso de posse.

Ele disse ainda que em sua gestão, a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) irá atuar fortemente no que diz respeito aos "migrantes, desigualdades raciais e de gênero e contra todas as formas de violência".

Política