PUBLICIDADE
Topo

Política

Após reatar com Bolsonaro, Caiado ignora aglomeração e elogia presidente

"Foi o presidente que mais investiu em Goiás", destacou o governador - Divulgação/Gov.Goiás
"Foi o presidente que mais investiu em Goiás", destacou o governador Imagem: Divulgação/Gov.Goiás

Eduardo Militão

Do UOL, em Brasília

29/08/2020 13h17Atualizada em 29/08/2020 18h34

Cinco meses depois de romper com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por causa da maneira como conduzia o país na pandemia de coronavírus, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), fez elogios a ele na manhã deste sábado (29).

Bolsonaro andou sem máscara em Caldas Novas (GO) e provocou aglomeração na cidade, contrariando as autoridades sanitárias. Caiado, que é médico e estava no evento, foi às redes sociais e destacou que o presidente tem investido muito dinheiro no estado.

"Desde Juscelino Kubitschek, Jair Bolsonaro foi o presidente que mais investiu em Goiás", afirmou ele depois de publicar uma foto com o presidente - ele, médico, de máscara, e o presidente sem o equipamento

"O poder não mudou o homem Jair Bolsonaro. Um homem simples, corajoso e determinado que segue os princípios que o moveram até o momento: o bem do povo brasileiro."

Caiado não fez nenhuma menção à aglomeração causada pelo presidente da República, que andou sem máscaras e apertou a mão de pessoas hoje. O governador não participou das aglomerações, segundo um auxiliar dele relatou ao UOL.

Em 25 de março, o governador de Goiás rompeu com o presidente, que, àquela época, já recomendava que a população não fizesse isolamento social e tomasse remédios sem comprovação de segurança e eficácia contra a covid-19, como a cloroquina.

Em junho, Caiado e Bolsonaro já tinham reatado as relações e eram vistos em cerimônias juntos.

Política