PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
5 meses

Bolsonaro é multado pela 5ª vez em SP; multas podem chegar a R$ 3 milhões

Jair Bolsonaro acena para apoiadores durante "motociata" em São Paulo - DANILO M YOSHIOKA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Jair Bolsonaro acena para apoiadores durante 'motociata' em São Paulo Imagem: DANILO M YOSHIOKA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

21/08/2021 00h11

O Governo do Estado de São Paulo anunciou a autuação dupla ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), por descumprimento do uso de máscara em Iporanga e Eldorado, na região do Vale do Ribeira. O valor total das multas pode chegar a R$ 3 milhões. Essa é a quinta vez que Bolsonaro é multado pela gestão do governador João Doria (PSDB).

Segundo o governo paulista, Bolsonaro caminhou pelas ruas das duas cidades sem uso da proteção facial, descumprindo assim a Lei Federal nº 14.019 de 2020, que obriga o uso de máscaras, ficando sujeito às multas previstas na Lei nº 6.437 de 1977, que fixa valor de até R$ 1,5 milhão para infrações sanitárias gravíssimas. A gestão tucana informou ainda que as novas multas serão enviadas via Correios.

Em São Paulo, Bolsonaro já havia sido multado em outras três ocasiões: a primeira infração ocorreu em 12 de junho, durante manifestação realizada na capital, e a segunda, no dia 25 de junho, em evento promovido em Sorocaba (SP).

Nestes dois casos, as sanções foram aplicadas devido ao não uso de máscaras em locais públicos para prevenção da covid-19. Houve pedido de recurso e indeferimento. O descumprimento resultou em multas de R$ 552,71, cada.

A terceira infração de Bolsonaro ocorreu em 31 de julho, em Presidente Prudente (SP), por estímulo e envolvimento em ações de risco à saúde pública. Após a motociata, o presidente seguiu para uma cerimônia em um hospital na cidade. O valor da multa, neste caso, pode chegar a R$ 290,9 mil.

Política