PUBLICIDADE
Topo

Política

Padilha: Reunir Lula e Ciro contra Bolsonaro é possível e necessário

Colaboração para o UOL

14/09/2021 19h18

O deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) afirmou, em entrevista ao UOL News, que reunir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Ciro Gomes (PDT) nas próximas manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é "possível e necessário".

O Partido dos Trabalhadores, assim como outras siglas de esquerda, não participou das manifestações pedindo o impeachment de Bolsonaro organizadas pelo MBL (Movimento pelo Brasil Livre) e pelo Vem pra Rua no dia 12 de setembro.

Juntamente com outros partidos, o PT e o PDT estão em negociações para a realização de grandes atos em 2 de outubro e 15 de novembro contra o presidente.

"Acho possível e necessário, não só Lula e Ciro [juntos para defender a democracia], mas temos que reunir todos aqueles que defendem a democracia e que se sentem incomodados com o jantar de ontem [de empresários e políticos, como o ex-presidente do Brasil Michel Temer (MDB)]", disse Padilha.

Isso porque, na avaliação do parlamentar, a manutenção de Bolsonaro na presidência da República gera um risco permanente à vida, pois a pandemia de covid-19 não acabou e nem tem data para acabar, e porque o chefe do Executivo é uma ameaça para a democracia do país.

"Acho que Bolsonaro quer construir um clima de terror para o período pré-eleitoral e eleitoral no país. Ele quer criar um clima para que as pessoas se sintam inibidas de fazer campanha, de se posicionar."

Política