PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

Hang posta vídeo algemado e provoca senadores da CPI: 'Que me prendam'

Colaboração para o UOL

27/09/2021 19h41

Em uma série de posts no Instagram, o empresário Luciano Hang disse estar pronto para depor na CPI da Covid na quarta-feira. O dono da varejista Havan apareceu hoje com algema em uma das mãos e provocou os senadores da comissão.

"Trabalho 24 horas por dia, então vou ter todo o tempo do mundo e, se por acaso não aceitarem o que vou falar, já comprei uma algema para não gastarem dinheiro. Vou entregar uma chave para cada senador e que me prendam", falou em vídeo.

Nas postagens, o empresário disse que estava assistindo à televisão e viu uma entrevista de Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI. Hang afirmou que por isso gostaria de dizer que irá depor "de coração aberto, gentileza gera gentileza e respeito gera respeito".

"Quero que eles façam as perguntas", ressaltou. "Vamos colocar todos os pingos nos is", completou. O dono da Havan é um ferrenho apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O tom de hoje é semelhante ao usado por Hang na semana passada quando foi convocado para falar na oitiva e disse encarar a situação com "tranquilidade".

A convocação

Na quinta-feira (23), Hang foi mencionado por diversas vezes durante o depoimento à CPI do diretor da operadora de saúde Prevent Senior, Pedro Batista Júnior. Isso porque, após ser contaminada pela covid-19, a mãe do empresário, Regina Modesti Hang, foi hospitalizada em uma unidade da rede, em São Paulo. Ela acabou morrendo em virtude de complicações da doença.

Após a repercussão, Hang disse ter "total confiança nos procedimentos adotados pela Prevent Senior" e afirmou que nunca ocultou o motivo da morte da mãe e que o episódio está sendo usado como "artifício político" pela CPI da Covid. Segundo o presidente do colegiado, senador Omar Aziz (PSD-AM), o depoimento será na quarta-feira, às 10h.

O senador Humberto Costa (PT-PE), membro titular da comissão no Senado, falou que o depoimento do diretor-executivo da Prevent Senior Júnior, confirmou as denúncias trazidas à CPI.

Em entrevista ao UOL News, o parlamentar disse que a partir das declarações do diretor da operadora de saúde foi possível identificar um trabalho feito para dar "um ar de cientificidade" à teoria do tratamento precoce, defendida por Bolsonaro.

Política