PUBLICIDADE
Topo

Política

CPI tem elementos para indiciar Queiroga e gabinete paralelo, diz senador

Colaboração para o UOL

05/10/2021 19h07

Em participação ao UOL News, o senador Humberto Costa (PT-PE) afirmou que a CPI da Covid tem elementos suficientes para indiciar o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o suposto gabinete paralelo durante a condução da pandemia no país.

Durante a entrevista, o senador foi questionado sobre os motivos pelos quais Queiroga não será convocado pela terceira vez para prestar um novo depoimento à comissão.

"Nós temos documentos, depoimentos, [mensagens de] WhatsApp, todo material que nos permite dizer que há evidências de omissão de que eles [Marcelo Queiroga e Élcio Franco] não tiveram os cuidados necessários na gestão pública, que adotam posições negacionistas, que não compraram as vacinas no momento em que a compra tinha que acontecer, que foram negligentes permitindo que verdadeiros golpistas tentassem vender vacinas ao Ministério da Saúde", disse Costa.

Segundo o senador, a intenção de convocar novamente o ministro da Saúde se devia à decisão de suspender a vacinação de adolescentes. Contudo, lembrou Costa, o próprio ministério voltou atrás, além da Justiça ter dado uma liminar para que a imunização no grupo continuasse. "Então, [a convocação] perdeu um pouco de sentido", disse.

Uma outra questão que os senadores iriam trabalhar na CPI caso Queiroga comparecesse seria a dose de reforço e a possibilidade da população brasileira se vacinar contra a covid-19 a partir do próximo ano.

"Mas achamos que isso aí era pouca coisa. Ele ia terminar vindo aqui para falar que comprou milhões de doses, e aí nós teríamos uma outra sessão para que eles tecessem louros ao governo."

Política