PUBLICIDADE
Topo

Política

Justiça rejeita recurso de Lula contra Regina Duarte por publicação falsa

A ex-secretária de Cultura Regina Duarte e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - Reprodução/TV Globo e UOL
A ex-secretária de Cultura Regina Duarte e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Imagem: Reprodução/TV Globo e UOL

Do UOL, em São Paulo

24/11/2021 16h40

Os desembargadores do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios rejeitaram hoje, por 3 votos a 0, um recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que pede a condenação da ex-secretária de Cultura Regina Duarte.

Lula e os filhos Marcos Cláudio, Fábio Luís e Luís Cláudio pediam que a atriz fosse condenada a pagar cerca de R$ 130 mil em danos morais por ter publicado uma charge no Instagram em abril de 2020 que dizia que a ex-mulher de Lula, Marisa Letícia, tinha R$ 256,6 mil em ações no mercado financeiro. O valor real era de R$ 26,2 mil.

Para a família de Lula, a publicação feriu a memória de Marisa Letícia, que morreu em fevereiro de 2017.

Quando Lula foi fazer o inventário dos bens deixados pela mulher, a B3 informou haver R$ 256,6 mil em CDBs (Certificados de Depósito Bancário) em nome dela. Depois, corrigiram a informação e disseram que o valor líquido das ações da ex-primeira dama era de R$ 26,2 mil.

Ao se defender, Regina Duarte disse que o esclarecimento foi feita depois da postagem dela, e que depois que soube que as informações eram falsas, excluiu a foto.

Na primeira instância, a Justiça havia acolhido parcialmente a queixa de Lula, e condenou Regina a publicar a sentença no Instagram, mas não a indenizar a família.

Política