Conteúdo publicado há 2 meses

Ato pela morte de preso na Papuda tem 'Fora Moraes' e gritos contra Lula

Milhares de bolsonaristas e eleitores de direita fizeram hoje um ato na Avenida Paulista, em São Paulo.

O que aconteceu

O protesto é contra a morte de Cleriston Pereira da Cunha, que sofreu um mal súbito na Papuda. O homem foi preso após os atos golpistas do 8/1 e morreu na última segunda-feira (20) na prisão.

Em discurso, a deputada Carla Zambelli (PL) pediu desculpas "por não evitar a dor" de familiares de Cleriston. A esposa dele está presente no ato.

Os manifestantes fizeram um minuto de silêncio em homenagem a Cleriston.

O deputado Sóstenes Cavalcante (PL) disse que o ministro Alexandre de Moraes, do STF, "vai pagar pela morte de um inocente".

Manifestantes carregavam cartazes contra Moraes e contra o presidente Lula (PT). Outros fizeram uma mobilização pró Israel.

Bolsonaristas protestam contra o ministro Alexandre de Moraes, do STF
Bolsonaristas protestam contra o ministro Alexandre de Moraes, do STF Imagem: UOL/Uesley Durães

Continua após a publicidade

Também estiveram presentes: o pastor Silas Malafaia, os senadores Magno Malta, Marcos Pontes e Jorge Seif, os deputados Nikolas Ferreira, Gustavo Gayer e Paulo Bylinskyj e o vereador de São Paulo Fernando Holiday, todos do PL.

A polícia calcula que milhares de pessoas estiveram presentes, mas não informaram uma estimativa. Os manifestantes ocuparam cerca de dois quarteirões da avenida Paulista.

O ato terminou por volta das 16h com o Hino Nacional.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes