Conteúdo publicado há 2 meses

PL protocola pedido de cassação de Janones após suposta rachadinha

O PL protocolou um pedido de cassação do mandato do deputado André Janones (Avante-MG).

O que aconteceu

A denúncia foi apresentada ontem à Mesa da Câmara, que pode aceitar ou negar a abertura do processo. O pedido de cassação ocorre após a divulgação de um áudio em que Janones pede parte dos salários de assessores.

Se aceito, o processo vai ao Conselho de Ética e um relator é escolhido para analisar a representação. Em seguida, o deputado apresenta sua defesa, os membros do Conselho fazem suas averiguações e o relator apresenta seu voto, a favor ou contra a cassação.

Janones nega que tenha feito um esquema de rachadinha em seu gabinete, mas sim, a proposta de uma "vaquinha". No áudio, obtido pelo Metrópoles, Janones diz que alguns assessores receberiam um valor acima do salário normal para ajudar a repor prejuízos de uma campanha de 2016.

O que diz Janones

Janones classificou a reportagem do Metrópoles como "fake news" e disse que a gravação é "clandestina e criminosa". "Um áudio retirado de contexto e para tentar me imputar um crime que eu jamais cometi", escreveu. A gravação é de 2019.

O parlamentar pediu que o áudio seja divulgado na íntegra e afirmou que nunca adotou a prática conhecida como "rachadinha". "Eu nunca recebi um único real de assessor, não comprei mansões, nem enriqueci e isso por uma simples razão, eu nunca fiz rachadinha".

Primeiro de tudo, eu quero dizer a vocês que eu estou quebrando a minha regra de não responder às fake news, como ensino no meu livro 'Janonismo Cultural' a não responder, por uma razão clara: RESPEITO a vocês. Hoje saiu uma matéria, que está sendo espalhada pela extrema-direita,?

-- André Janones (@AndreJanonesAdv) November 27, 2023

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes