Conteúdo publicado há 27 dias
OpiniãoPolítica

Sakamoto: Malafaia copia Bolsonaro e vem a público explicar sobre dinheiro

O pastor Silas Malafaia copia o ex-presidente Jair Bolsonaro quando precisa vir a público se explicar sobre dinheiro após viralizar que supostamente sua igreja evangélica iria bancar ato de Bolsonaro na Avenida Paulista, afirma o colunista do UOL Leonardo Sakamoto durante o UOL News desta sexta (16).

O Malafaia veio a público falar 'o dinheiro é meu'. A gente pode até discutir que esse dinheiro dele veio da onde? Veio da igreja também? O que importa é ele veio a público se manifestar porque pegou mal. E, ontem, também pegou mal o fato de que a Polícia Federal descobriu que Bolsonaro tinha mandado R$ 800 mil para os EUA durante a preparação do golpe de Estado. Leonardo Sakamoto, colunista do UOL

O pessoal ficou bravo com Bolsonaro porque ele mandou R$ 800 mil, que não é dinheiro de pinga, para fora do Brasil numa tacada só. Muita gente falou: mas não é um homem simples do povo? Que come farofa com frango? Leite condensado com pão francês? Isso pegou mal. Leonardo Sakamoto, colunista do UOL

Sakamoto diz que a situação ficou tão ruim para a imagem de simples e honesto do ex-presidente que ele precisou se justificar aos seguidores e apoiadores.

Tão mal que Bolsonaro veio a público na rede social se explicar e falar: 'olha, aqueles R$ 800 mil não foi crime, muita gente mandou dinheiro porque desconfiou que o Lula não ia mandar bem na política econômica'. Deu uma resposta mequetrefe, mas o que importa é que ele teve que vir a público se manifestar porque sentiu o cheiro de queimado junto com o rebanho. Leonardo Sakamoto, colunista do UOL

Em suma: esses dois atos, tanto a resposta do Malafaia, quanto o vídeo da resposta do Bolsonaro, mostra que quando se trata do uso do dinheiro, que nem precisa ser público, da relação dessas lideranças com o dinheiro, o rebanho reclama. E eles têm que vir a público para se manifestar, para se justificar. Leonardo Sakamoto, colunista do UOL

Sakamoto ainda falou sobre o questionamento de fieis da igreja de Malafaia quanto ao uso do dinheiro e que teria levado ele a vir à público trazer explicações.

Viralizou de uma forma negativa que a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, igreja coordenada e chefiada pelo pastor Silas Malafaia, bancaria o ato na Paulista. Quando viralizou a informação, muita gente nas redes sociais questionou se os fieis foram consultados. Leonardo Sakamoto, colunista do UOL

Tem toda a discussão sobre as críticas a respeito do uso do dízimo, das doações. Muitas igrejas utilizam nas suas obras, na sua manutenção e crescimento de forma justa e honesta, mas tem algumas que não e são investigadas por isso. Leonardo Sakamoto, colunista do UOL

Continua após a publicidade

Isso justifica, inclusive, a argumentação da Receita Federal, que tenta tributar melhor o sistema de instituições religiosas. Como você justifica que um dinheirão será usado para um evento desse, um dinheiro não tributado? Leonardo Sakamoto, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Veja a íntegra do programa:

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes