Conteúdo publicado há 1 mês

Josias: Cúmplices estranham silêncio de Bolsonaro e temem ser traídos

A estratégia de Jair Bolsonaro de permanecer em silêncio em seu depoimento à Polícia Federal causa estranheza aos generais que também serão ouvidos hoje, revelou Josias de Souza durante o UOL News desta quinta. O colunista conversou com o advogado de um dos militares e apurou que, entre eles, há o receio de que o ex-presidente possa traí-los.

Os cúmplices do Bolsonaro estão estranhando que ele tenha optado por permanecer em silêncio durante seu depoimento. Eles acham que isso é conveniente para Bolsonaro. Ele pode olhar para tudo que todos falaram e pode ajustar sua defesa às suas conveniências.

Pareceu haver uma trinca entre Bolsonaro e aqueles que estão encrencados junto com ele. Os cúmplices do Bolsonaro estão receosos de que ele opte pelo silêncio para 'ferrá-los' na sequência e adotar uma linha de defesa que os jogue ao mar. Isso é curioso e faz nexo.

Se observarmos o que houve com Mauro Cid, ele dizia que não delataria, a princípio. Mas à medida em que via as versões de Bolsonaro, o ex-presidente sempre jogava tudo no colo dele. Cid virou um delator essencial, porque as investigações avançaram a partir dele. Josias de Souza, colunista do UOL

Para Josias, o silêncio de Bolsonaro causou um aparente racha com os militares investigados pela PF. O colunista ressaltou que este receio comprova o acerto da decisão do ministro do STF Alexandre de Moraes por marcar depoimentos simultâneos e sem que os interrogados pudessem trocar informações.

Há uma trinca. Esse advogado me disse que há o receio de que surjam novos delatores. Ele acha estranho o Bolsonaro se manter em silêncio porque convém a ele. Acharam que não foi agradável a estratégia adotada pela defesa do Bolsonaro.

Começa a funcionar a tática do Alexandre de Moraes, que proibiu os réus de conversarem entre si. Evidentemente, eles sempre arranjam um jeito de conversar nos subterrâneos, mas mostra que começa a haver uma preocupação. Josias de Souza, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Continua após a publicidade

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Deixe seu comentário

Só para assinantes