Conteúdo publicado há 1 mês

Ministro diz que sede do União Brasil foi alvo de tiros no Pará

O ministro do Turismo, Celso Sabino (União Brasil), afirmou que a sede local do partido em Belém (PA) foi alvo de um ataque a tiros. Ele diz que denunciou o caso à Polícia Federal.

O que aconteceu

Incidente teria ocorrido na madrugada desta segunda-feira (22). A sede estadual do União Brasil (localizada no bairro Campina) foi alvo de pelo menos três disparos, que atingiram parede e janela, conforme a denúncia. Ninguém ficou ferido.

A Polícia Federal foi acionada para dar início às investigações sobre autoria e motivação. Sabino —que também é presidente do partido no estado— lamentou o episódio e classificou a ação como um "atentado à democracia".

O UOL entrou em contato com as assessorias do União Brasil, no Pará, e aguarda o retorno. Já a Polícia Federal informou que está ciente do ocorrido e que já iniciou diligências para apuração do caso.

Na semana passada, Sabino esteve no Pará, onde celebrou o Dia dos Povos Indígenas. O ministro deu o pontapé para o Festribal de Juruti, uma das maiores manifestações culturais da Amazônia, no oeste do estado.

O União Brasil segue firme nas suas convicções de defesa do Estado Democrático de Direito, do Desenvolvimento Econômico e Social do País e do Bem-Estar dos paraenses e de todos os brasileiros.
Trecho do comunicado do União Brasil

Leia o comunicado na íntegra

O Diretório Estadual do União Brasil, em Belém do Pará, foi alvo de disparos de arma de fogo na madrugada desta segunda-feira (22). A sede do Partido, localizada à Rua Ferreira Cantão, no Bairro Campina, amanheceu com marcas de tiros nas janelas.

A Polícia Federal já foi acionada para dar inícios às investigações sobre a autoria e motivação deste ato que atenta não apenas contra a segurança dos cidadãos, mas contra a Democracia.

Continua após a publicidade

O União Brasil segue firme nas suas convicções de defesa do Estado Democrático de Direito, do Desenvolvimento Econômico e Social do País e do Bem-Estar dos paraenses e de todos os brasileiros.

Celso Sabino - Presidente Estadual do União Brasil no Pará

Casas ligadas ao presidente do União Brasil foram incendiadas

Duas casas de praia ligadas ao presidente do União Brasil, Antônio de Rueda, pegaram fogo na noite de 11 de março. Os imóveis ficam localizados na Praia de Toquinho, em Pernambuco.

Uma das propriedades pertence ao próprio Rueda. A outra casa incendiada é da irmã dele, Maria Emília Rueda, que é tesoureira do partido.

Continua após a publicidade

A perícia realizada pela Polícia Científica de Pernambuco concluiu que o incêndio foi criminoso.

O presidente do União Brasil associou o incêndio ao deputado federal Luciano Bivar (PE). Bivar perdeu o comando da sigla para Rueda.

Em 5 de abril, a PGR (Procuradoria-Geral da República) entrou com pedido para investigar Bivar por supostas ameaças a Rueda. O deputado nega que tenha ameaçado o atual presidente do União Brasil, mas já disse que afirmou a Rueda que "acabaria com a raça política dele".

Deixe seu comentário

Só para assinantes