PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Casos de coronavírus passam de 17.600 na Itália; letalidade é de 7,2%

Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo

14/03/2020 10h23

O número de casos confirmados na Itália cresceu 2.547 entre o início da tarde de ontem e hoje, segundos dados do governo e da OMS (Organização Mundial de Saúde). Esse número é o equivalente a um mais de um terço (35,4%) dos novos casos registrados em todo o mundo no mesmo período: 7.198.

Com os novos registros, a Itália chegou 17.660 casos. O número de mortes é de 1.266, o que deixa o país com uma taxa de letalidade de 7,2%. Essa é o índice mais alto entre países com maior número de casos. Na China, ela é de 3,9%.

Segundo dados divulgados ontem pelo governo italiano, a taxa de letalidade é mais alta entre a população com mais de 70 anos de idade.

  • 70 a 79 anos: 10,8% dos casos resultam em morte
  • 80 a 89 anos: 17,5% dos casos resultam em morte
  • Mais de 90 anos: 21,1% dos casos resultam em morte

Nas outras faixas, o pior cenário é entre 60 e 69 anos de idade, com 2,7% de taxa de letalidade. De 30 a 59 anos, ela varia entre 0,2% e 0,8%. Não há registros de mortes na Itália em pessoas com até 29 anos de idade.

Mapa com os países com casos confirmados - está sendo atualizado

Na Europa, a situação envolvendo a covid-19 também chama a atenção na Espanha, onde mais de 1.500 casos do novo coronavírus foram registrados entre ontem e hoje. Agora, já há 5.753 registros em território espanhol. Ontem, eram registrados 4.231 casos.

A Europa, agora, é o epicentro do novo coronavírus, segundo a OMS.

Praticamente metade dos casos na Espanha estão na capital, Madri: 2940. Na cidade também foram registradas 86 das 136 mortes.

Depois de Itália e Espanha, as maiores quantidades de infectados por covid-19 na Europa estão na França e na Alemanha, com 3.661 e 3.602, respectivamente.

No mundo todo, já são 142.300 casos, com 5.388 mortes. Com esses dados, a covid-19 mostra uma taxa de letalidade de 3,8%. No Brasil, sem registro de mortes, o Ministério da Saúde confirmou ontem 98 casos.

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Coronavírus