PUBLICIDADE
Topo

Bloqueio total já atinge 8,6 milhões de pessoas em quatro regiões do Brasil

Barreira em via pública de Belém durante lockdown decorrente da pandemia do coronavírus - Divulgação
Barreira em via pública de Belém durante lockdown decorrente da pandemia do coronavírus Imagem: Divulgação

Igor Mello

Do UOL, no Rio

11/05/2020 15h51

As medidas de bloqueio total —conhecido como lockdown no jargão técnico— já atingem 8,6 milhões de brasileiros, conforme monitoramento feito pelo UOL. Até o momento, 20 cidades em sete estados já adotaram a medida. Apenas a região Sul não tem nenhum município com esse tipo de restrição para conter o avanço da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Especialistas vêm defendendo medidas de bloqueio total desde a semana passada, quando o número de mortes por coronavírus no país vem acelerando. Desde 5 de maio —quando decisões judiciais determinaram as primeiras providências nesse sentido—, o número de mortes cresceu 40%, de 7.921 para 11.123 óbitos até este domingo (10).

O Maranhão adotou lockdown, por ordem da Justiça, em São Luís e outros três municípios da região metropolitana em 5 de maio —mesma data que outra liminar ordenou bloqueio em Tefé, cidade de 59 mil habitantes no interior do Amazonas. Desde então, decretos de prefeitos e governadores repetiram a estratégia no Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará e Rio de Janeiro.

As ordens de restrição atingem três capitais: São Luís (MA), Belém (PA) e Fortaleza (CE). Também adotaram essa estratégia de combate outras cidades grandes, como Ananindeua, no Pará, Niterói e São Gonçalo, no Rio de Janeiro.

Até esta segunda-feira (11), 20 cidades haviam iniciado medidas de bloqueio:

  • São Luís - MA
  • Paço do Lumiar - MA
  • São José de Ribamar - MA
  • Raposa - MA
  • Belém - PA
  • Ananindeua - PA
  • Marituba - PA
  • Benevides - PA
  • Santa Bárbara do Pará - PA
  • Santa Izabel do Pará - PA
  • Castanhal - PA
  • Santo Antônio do Tauá - PA
  • Vigia de Nazaré - PA
  • Breves - PA
  • Fortaleza - CE
  • Niterói - RJ
  • São Gonçalo - RJ
  • Tefé - AM
  • Barbacena - MG
  • Guia Lopes de Laguna - MS

Cidade no interior do MS adotou bloqueio após surto em frigorífico

Embora atinga majoritariamente municípios nas regiões metropolitanas, as medidas de bloqueio total também já chegaram no interior do país. É o caso de Tefé (AM), Barbacena (MG) e Guia Lopes de Laguna (MS).

Guia Lopes de Laguna é a menor das 20 cidades em lockdown. Com apenas 9.895 habitantes, segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a cidade no sudoeste sul-matogrossense fica próxima de Ponta Porã.

O surto de covid-19 na cidade, que fica próxima da fronteira entre Brasil e Paraguai, foi iniciado no Frigorífico Brasil Global —que paralisou suas atividades após diversos funcionários serem contaminados pela doença. Até este sábado (10), o município era o terceiro em número de casos no Mato Grosso do Sul, com 26, atrás apenas da capital Campo Grande (153) e de Três Lagoas (68).

Fiocruz recomenda lockdown no RJ

Na semana passada, a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) recomendou, em ofício enviado ao MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro), que todo o estado do Rio seja submetido a um bloqueio total. Recentemente, o Rio de Janeiro superou pela primeira vez São Paulo e se tornou o estado com mais confirmações de mortes por dia.

Apesar das recomendações, o governador Wilson Witzel (PSC) deixou a cargo dos municípios a decisão de adotar medidas de bloqueio total. Até o momento, apenas Niterói e São Gonçalo iniciaram esse tipo de restrição.

O prefeito da capital, Marcelo Crivella (Republicanos-RJ), optou por fazer interdições pontuais em áreas de grande concentração de pessoas. A primeira delas foi o calçadão de Campo Grande, na zona oeste —um dos bairros mais afetados pela doença. Nesta segunda (11), Crivella anunciou novas restrições à circulação de veículos em outros dez bairros das zonas norte e oeste.

Coronavírus