PUBLICIDADE
Topo

Braço-direito de Mandetta, Wanderson de Oliveira tem exoneração publicada

Secretário nacional de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira - ADRIANO MACHADO
Secretário nacional de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira Imagem: ADRIANO MACHADO

Do UOL, em São Paulo

25/05/2020 19h55

A exoneração de Wanderson de Oliveira, secretário nacional de Vigilância do Ministério da Saúde, foi publicada na noite de hoje no Diário Oficial da União. O UOL já havia apurado que Wanderson anunciou para sua equipe que deixaria o cargo hoje.

Braço-direito do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, Oliveira havia pedido demissão no dia 15 de abril. No entanto, a pedido do próprio Mandetta, permaneceu no cargo. Para interlocutores do ministério, era uma questão de tempo para o secretário deixar o posto.

No Diário Oficial, a saída de Mandetta consta como "a pedido" e é assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto.

Oliveira disse para a equipe da pasta que acertou sua saída com o ministro interino, o general Eduardo Pazuello, em 20 de maio. Servidor do Hospital das Forças Armadas, em Brasília, ele deverá se apresentar à instituição assim que deixar o governo.

Coronavírus