PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
6 meses

Brasil atinge 10,9 milhões de vacinados contra covid, 5,19% da população

Quase 11 milhões de brasileiros já receberam pelo menos uma dose da vacina contra covid-19 - Marcelo Bittencourt/Futura Press/Estadão Conteúdo
Quase 11 milhões de brasileiros já receberam pelo menos uma dose da vacina contra covid-19 Imagem: Marcelo Bittencourt/Futura Press/Estadão Conteúdo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/03/2021 20h16Atualizada em 19/03/2021 12h31

O Brasil chegou à marca de 10,9 milhões de vacinados contra a covid-19 nesta quinta-feira (18). Até agora, 10.984.488 pessoas receberam ao menos uma dose de vacina, o equivalente a 5,19% da população do país. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base nas informações fornecidas pelas secretarias estaduais de saúde.

A primeira dose de vacina foi aplicada, nas últimas 24 horas, em 270.873 brasileiros. Outros 110.630 receberam a segunda dose de ontem para hoje.

No total, 4.027.123 pessoas tiveram aplicadas as duas doses de imunizante, o que é o recomendável pelos laboratórios que produzem a CoronaVac e a Oxford/AstraZeneca. O número corresponde a somente 1,9% da população do país.

Em termos percentuais, o Amazonas continua na liderança entre os estados que mais aplicaram a primeira dose da vacina: 377.031 habitantes, o equivalente a 8,96% da população local. O Pará permanece em último, com apenas 3,17%.

O Mato Grosso do Sul está na primeira posição entre os estados que, proporcionalmente, mais vacinaram com a segunda dose: 2,81% de seus habitantes.

Hoje o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a dizer que o Brasil é o quinto país no ranking de vacinação. Em termos absolutos, a afirmação é verdadeira. O Brasil fica atrás apenas de Estados Unidos, Índia, Israel e Turquia no ranking da Universidade Johns Hopkins. No entanto, em termos proporcionais, o Brasil cai para a 50º posição de nações com a população totalmente imunizada.

Secretário diz que São Paulo negocia 5 milhões de doses com a Janssen

A cidade de São Paulo iniciou uma negociação por 5 milhões de doses da vacina Janssen, desenvolvida pela Johnson & Johnson contra a covid-19. A informação foi dada hoje pelo secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, em entrevista a jornalistas.

"Em função de toda a legislação aprovada agora, o prefeito autorizou e iniciamos uma rodada de negociação. Fizemos um pedido de informação à Johnson de 5 milhões de doses", disse o secretário.

Porém, o próprio secretário explicou que a empresa está priorizando as negociações com o governo federal. Sem dar mais detalhes, Aparecido afirmou ainda que a prefeitura também está conversando com outros laboratórios.

"O fundamental nesse momento é o país não depender só de duas vacinas e ter o maior número de vacinas possível", completou.

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a pandemia colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Você utiliza a Alexa? O UOL fornece informações à inteligência artificial por voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados do número de brasileiros vacinados contra a covid-19. Para saber sobre a vacinação no país ou no seu estado com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, quantas pessoas já foram vacinadas no Brasil?", por exemplo, ou "Alexa, quantas pessoas foram vacinadas?". Nos encontramos lá!

Coronavírus