PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Preocupado com a covid, Timóteo foi internado 2 dias após tomar 2ª dose

Agnaldo Timóteo morre de covid-19 aos 84 anos neste sábado (3) - Nidin Sanches/UOL
Agnaldo Timóteo morre de covid-19 aos 84 anos neste sábado (3) Imagem: Nidin Sanches/UOL

Juliana Arreguy

Do UOL, em São Paulo

03/04/2021 17h19

O cantor Agnaldo Timóteo, que morreu hoje aos 84 anos de covid-19, havia tomado a segunda dose da CoronaVac dois dias antes de ser internado. O Instituto Butantan explica em seu site que é possível se contaminar mesmo após a vacinação e que, após receber a segunda dose, são necessárias algumas semanas para atingir maior imunidade.

"Em conclusão, algumas pessoas podem ainda ter a doença ou a infecção mesmo tendo sido vacinadas, mas poderão ter uma forma menos grave da doença em função desta vacinação", diz a nota do Butantan.

A assessoria do artista confirmou ao UOL que ele tomou a primeira dose no dia 15 de fevereiro e a segunda dose em 15 de março. Timóteo deu entrada no Hospital Casa São Bernardo, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, no dia 17 de março.

O intervalo entre a segunda dose e a internação do artista é curto e indica uma infecção antes da vacinação. Não é o primeiro registro de uma pessoa que contraiu a doença após receber as duas doses.

Cantor pediu que grupo de risco respeitasse orientações médicas

Timóteo já havia se manifestado em defesa do cumprimento de protocolos contra a covid-19. Em abril de 2020, durante entrevista à TV Globo, ele declarou estar preocupado com a doença que "parou todo o mundo".

Estou vivendo a realidade do planeta. Dentro de casa há mais de mês sem poder trabalhar. Preocupadíssimo porque a doença é gravíssima parou a nação brasileira e parou todo o mundo. Espero que todos do meu tempo, de 50 [década de 1950] para a frente, cumpram as necessidades determinadas pela medicina
Agnaldo Timóteo em entrevista ao Hora 1 de 22 de abril de 2020

Em 20 de janeiro deste ano, ele participou de uma live beneficente no Santuário Cristo Redentor para ajudar famílias e instituições durante a pandemia de covid-19.

"Agradecemos a imensa corrente de fé que o mundo e, principalmente, a sociedade brasileira está fazendo em prol da grande luta pela sobrevivência humana no combate à covid-19. Um show inédito em minha carreira musical", afirmou Timóteo à equipe de comunicação responsável pelo santuário.

O cantor também compôs uma música no ano passado chamada "Epidemia".

"Deus, a epidemia é uma maldição. Bilhões de inocentes na prisão, à espera de um milagre seu. (...) Deus, espalhe suas bençãos, limpa o ar. De novo a humanidade irá ganhar a paz e a liberdade de ir e vir", diz um trecho da música.

A morte do artista é lamentada por famosos em todo o país.

Relembre a carreira de Agnaldo Timóteo como cantor e político

Coronavírus