PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
15 dias

TCE apura uso do CPF de pessoas mortas para furar fila em MT

Vacina, vacinação, covid-19, imunizante - SOPA Images/Colaborador Getty Images
Vacina, vacinação, covid-19, imunizante Imagem: SOPA Images/Colaborador Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/04/2021 23h24

O TCE-MT (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso) identificou possíveis irregularidades na lista de imunizados e apura o suposto uso de CPFs de pessoas que já estariam mortas para furar a fila de vacinação contra a covid-19.

"Identificamos 27 suspeitos em 22 municípios e estamos aguardando a defesa desses municípios", disse o presidente do TCE-MT, Guilherme Maluf, em entrevista ao "Jornal Nacional", da TV Globo, na noite de hoje.

"Demos 15 dias para que esses municípios se pronunciem sobre esse fato. Talvez não tenha sido um delito, simplesmente uma falha. Pode ser o nome homônimo. Agora, obviamente, se for constatado um delito, nós vamos tomar as medidas necessárias, vamos usar a Justiça, o Ministério Público, todas as ferramentas para responsabilizar essas pessoas que estão burlando a fila", acrescentou Maluf.

Os dados foram cruzados com outras bases de informações (como a do Sistema Nacional de Óbitos).

Vacinação no Brasil

No dia em que o Brasil superou o marco dos 375 mil óbitos causados pela covid-19 em toda a pandemia, o número de pessoas que receberam ao menos uma dose da vacinada contra a doença é de 26.654.459. O número equivale a 12,59% da população nacional.

A primeira dose de imunizante foi aplicada em 474.205 pessoas nas últimas 24 horas. No mesmo período, outras 537.047 receberam a segunda dose. O levantamento é do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base nas informações fornecidas pelas secretarias estaduais de saúde.

Até o momento, 10.131.323 brasileiros receberam as duas doses de vacina, conforme a recomendação dos laboratórios responsáveis pela produção da CoronaVac e da Oxford/AstraZeneca. O número corresponde a apenas 4,78% da população do país.

Coronavírus