Testes de DNA confirmam culpabilidade do 'Estrangulador de Boston'

Em Boston (EUA)

  • AP

    Albert DeSalvo, serial killer morto em 1973

    Albert DeSalvo, serial killer morto em 1973

Quase 50 anos após uma série de assassinatos de mulheres que aterrorizaram os Estados Unidos, testes de DNA confirmaram pela primeira vez a culpa de Albert DeSalvo, conhecido como o "Estrangulador de Boston", que morreu sem nunca ter sido julgado.

Esses testes mostraram que DeSalvo, a quem foram atribuídos 11 estupros e assassinatos em Boston (Massachusetts) entre junho de 1962 e janeiro de 1964, era "a fonte do esperma" encontrado na vagina da vítima Mary Sullivan, indicou a polícia nesta sexta-feira (19) em um comunicado.

"Esta é a primeira vez que a polícia confirma a sua culpa em um dos assassinatos", ressalta o comunicado.

Na semana passada, autoridades locais receberam permissão para exumar os restos mortais de DeSalvo para verificar se o seu DNA era compatível com os fluidos encontrados em janeiro de 1964 no corpo de Sullivan, de 19 anos, estuprada e assassinada em seu apartamento.


Uma amostra de DNA retirada de um sobrinho de DeSalvo, havia permitido excluir "99,99% da população masculina", mas "não era suficiente para fechar o caso", disse o promotor Daniel Conley, explicando a necessidade de desenterrar o corpo para um teste de DeSalvo "direto".

Preso por estupro, DeSalvo assumiu a responsabilidade pelas mortes com um companheiro de cela, mas depois se retratar de sua confissão. DeSalvo foi esfaqueado até a morte na prisão em 1973.

Ele nunca foi acusado dos assassinatos que aterrorizaram Boston, "porque sua confissão foi considerada inadmissível" por um juiz, lembrou Conley na semana passada.

Mary Sullivan foi a única das vítimas de quem os investigadores foram capazes de recuperar provas.

"Não há mais dúvidas de que Albert DeSalvo foi o responsável pelo brutal assassinato de Mary Sullivan e, provavelmente, de outros assassinatos horríveis de mulheres", declarou a promotora do estado de Massachusetts, Martha Coakley.

Entre junho de 1962 e janeiro de 1964, 11 mulheres de entre 19 e 85 anos foram estupradas e assassinadas em suas casas, em Boston. DeSalvo, delinquente desde a infância, tinha reivindicado um total de 13 assassinatos.

Sua história inspirou um filme, "O Estrangulador de Boston", estrelado por Tony Curtis, e uma canção dos Rolling Stones, "Midnight Rambler".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos