PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

Câmara dos Representantes dos EUA votará impeachment de Trump na quinta

Getty Images
Imagem: Getty Images

28/10/2019 22h29

A investigação aberta pelos democratas para a abertura de um processo de impeachment do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, passará por uma primeira etapa formal na quinta-feira no Congresso.

Nesse dia, a Câmara de Representantes votará uma resolução para formalizar a investigação com vistas ao processo de impeachment e autorizar a realização de audiências públicas neste caso, anunciou nesta segunda (28) a líder dessa casa parlamentar, a democrata Nancy Pelosi, através de uma carta a seu grupo parlamentar.

Nesta nova etapa, a resolução declarará "os direitos garantidos ao presidente e sua defesa", afirmou.

A Casa Branca e os republicanos, que estão há semanas classificando as investigações democratas de caça às bruxas, consideraram o anúncio de Pelosi como um reconhecimento de que o processo é irregular.

Já os democratas dizem que a votação busca apenas definir uma nova fase do procedimento.

Desde o final de setembro, a oposição democrata está tentando determinar se o presidente republicano abusou de seu poder para fins pessoais, pedindo à Ucrânia para investigar o ex-vice-presidente Joe Biden, um dos mais fortes pré-candidatos democratas às eleições presidenciais de 2020.

Para isso, realiza audiências a portas fechadas na Câmara, perante os membros republicanos e democratas das comissões responsáveis pela investigação.

Pelosi "finalmente admite o que o resto dos Estados Unidos já sabiam: que os democratas conduzem uma investigação não autorizada" que não permite que o presidente se defenda e "que suas audiências secretas, suspeitas e a portas fechadas são absolutamente ilegítimas" afirmou a porta-voz da Casa Branca, Stephanie Grisham.

Pelosi considerou essas acusações de "infundadas" e acusou a presidência de tentar justificar "sua ocultação sem precedentes" dos fatos.

"Esta semana levaremos uma resolução ao plenário que ratifica a investigação realizada atualmente por nossos comitês como parte da investigação com vistas ao julgamento político", disse Pelosi em carta endereçada ao seu partido.

A medida tem muitas chances de ser aprovada na Câmara de Representantes, já que os democratas têm ali uma maioria de 228 assentos de um total de 435.

O texto que será apresentado a votação "estabelece o procedimento para as audiências que estão abertas ao povo americano, autoriza a divulgação das transcrições das declarações (e) define os processos para transferir provas ao Comitê Judicial, enquanto este estuda possíveis artigos sobre um julgamento político", acrescentou.

Internacional