PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Governo reconhece situação de emergência em Mato Grosso do Sul

Bombeiros tentam controlar fogo em mata na região de Poconé, Pantanal de Mato Grosso - Chico Ferreira/Futura Press/Estadão Conteúdo
Bombeiros tentam controlar fogo em mata na região de Poconé, Pantanal de Mato Grosso Imagem: Chico Ferreira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Da Agência Brasil

14/09/2020 19h49

O Ministério do Desenvolvimento Regional reconheceu hoje a situação de emergência em Mato Grosso do Sul, em decorrência dos incêndios que atingem o Pantanal.

A portaria foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União, assinada pelo secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, que viajou para a região.

Com a medida, o governo do estado e as prefeituras poderão ter acesso a recursos federais para ações de socorro, combate ao fogo, restabelecimento de serviços essenciais à população, reconstrução de estruturas públicas danificadas, entre outras ações.

Brigadistas do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Biodiversidade), assim como militares das Forças Armadas, já atuam na região em apoio às brigadas locais de combate ao fogo.

Dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) mostram que o fogo vêm atingindo o Pantanal há meses.

Entre o mês de janeiro e ontem, foram registrados 14.489 focos de incêndio na região, No mesmo período do ano passado, foram 4.699 focos.

A estiagem e os incêndios que destroem grandes áreas no Pantanal vêm alterando a paisagem em Mato Grosso e em Mato Grosso do Sul, com fumaça encobrindo a paisagem e rios secando. Mais de 2,5 milhões de hectares já foram destruídos pelas chamas.

Meio Ambiente