Topo

Bolsonaro pede a deputados apoio para aprovação do decreto sobre armas

O presidente Jair Bolsonaro - Mauro PIMENTEL / AFP
O presidente Jair Bolsonaro Imagem: Mauro PIMENTEL / AFP

Isadora Duarte

Em São Paulo

04/07/2019 12h16

O presidente Jair Bolsonaro voltou a pedir apoio de parlamentares para a manutenção do decreto de flexibilização do porte e posse de armas. Desta vez, o apelo foi feito à bancada ruralista.

O Senado derrubou a versão inicial do decreto, por meio de decretos legislativos que suspendiam os efeitos da medida assinada por Bolsonaro. Antes de o projeto seguir para a Câmara, o presidente revogou o primeiro decreto e reeditou o texto, com algumas alterações. Agora, a nova versão deverá ser outra vez analisada pelas casas do Congresso.

"Peço aos senhores que, com muito carinho e respeito que vocês têm com o que votam na Câmara, vejam essa questão do armamento e tomem a decisão mais acertada", apelou o presidente, durante café da manhã com deputados da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), realizado em Brasília nesta manhã

Bolsonaro argumentou que a questão do armamento, não é promessa sua de campanha eleitoral, mas que está na cabeça de todos como instrumento de defesa.

"Arma é instrumento que garante liberdade e democracia de todo país. Todo governo que desarma seu povo está mal-intencionado", afirmou o presidente.

Após apelar para os deputados tomarem a "decisão certa" na questão do armamento, o presidente afirmou que o futuro do Brasil está nas mãos dele e desses deputados.

"Se nosso governo não der certo, os senhores sabem o que pode acontecer em 2023. Nós não queremos a volta desse tipo de gente", defendeu Bolsonaro.

Bolsonaro cobra "exemplo" do Congresso e projetos que "fujam do populismo"

UOL Notícias

Mais Cotidiano