PUBLICIDADE
Topo

Marqueteiro do Aliança é 6ª pessoa da comitiva nos EUA confirmada com coronavírus

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Jussara Soares

Brasília

15/03/2020 09h40

O marqueteiro do Aliança do Brasil, o publicitário Sérgio Lima, é a sexta pessoa que esteve com a comitiva do presidente Jair Bolsonaro nos Estados Unidos a testar positivo para o coronavírus. Ele não viajou no avião presidencial, mas esteve junto com o grupo durante reuniões na Flórida.

O publicitário confirmou o resultado pelo Twitter na madrugada deste domingo: "Acabo de receber meu resultado positivo para o #Covid-19 (sic). Fico chateado por ter que me afastar do trabalho pelo período da quarentena, mas vou aproveitar para ler e estudar. Cuidem-se", escreveu.

Além de Lima, outras cinco pessoas que mantiveram contato com Bolsonaro foram confirmadas com a covid-19. O primeiro caso foi o do secretário especial de Comunicação, Fabio Wajngarten, que obrigou aos demais integrantes da comitiva a fazerem o exame mesmo sem apresentar os sintomas.

Em seguida, tiveram resultados positivos para o coronavírus o encarregado de Negócios do Brasil nos Estados, o embaixador Nestor Forster; o senador Nelsinho Trad (PTB-MS), e a advogada Karina Kufa, tesoureira do Aliança do Brasil, que também viajou em voo de carreira. O prefeito de Miami, Francis Suarez, que recebeu a comitiva brasileira, também foi confirmado com a covid-19.

O presidente Jair Bolsonaro testou negativo para a doença, mas a orientação da equipe médica é que ele se mantenha em quarentena no Palácio do Alvorada e repita o exame no início desta semana. Exames mostraram também que a primeira-dama Michelle e o deputado Eduardo Bolsonaro não foram contaminados.

Na noite de sábado, o Itamaraty divulgou que o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, testou negativo para o coronavírus, assim como os ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Bento Albuquerque (Minas e Energia). Parte da comitiva brasileira ainda aguarda o resultado do teste.

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Política