Papa elogia ex-ministra italiana pró-aborto

ROMA, 08 FEV (ANSA) - Sempre distante quando o assunto é política italiana, o papa Francisco deixou as amarras do cargo de lado e elogiou duas figuras de destaque do país: o ex-presidente Giorgio Napolitano (2006-2015) e a ex-ministra de Relações Exteriores Emma Bonino (2013-2014).   

A quebra do protocolo chama atenção principalmente no caso da ex-chanceler, já que ela é uma das líderes do partido libertário Radicais Italianos e uma conhecida militante da luta pelo direito ao aborto e pela legalização da maconha.   

"Entre os grandes da Itália de hoje estão Giorgio Napolitano e Emma Bonino", declarou o Pontífice, fazendo referência ao único presidente reeleito na história da Itália, com quem sempre manteve boas relações.   

Jorge Bergoglio elogiou Bonino por ter aproximado a Itália da África, deixando em segundo plano as convicções da política, totalmente contrárias às da Igreja Católica. "É preciso olhar para as pessoas, para aquilo que elas fazem", explicou.   

Atualmente, a ex-chanceler de 67 anos está afastada da vida pública porque luta contra um câncer de pulmão. Após o diagnóstico, Francisco chegou a telefonar para encorajá-la em seu tratamento. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos