'Sim' vence referendo e turcos ampliam poderes de Erdogan

ANCARA, 16 ABR (ANSA) - Com 99,96% das urnas apuradas, a Turquia aprovou neste domingo (16) o referendo proposto pelo governo do presidente Recep Tayyip Erdogan que prevê mudanças na Constituição e amplia os poderes do mandatário. O "sim" venceu com 51,22% dos votos, com uma estreita margem de vantagem, informou a agência oficial de notícias Anadolu. No entanto, ainda estão sendo realizadas as contagens dos votos de turcos no exterior.   

O principal partido de oposição na Turquia, o social-democrático CHP, já anunciou que contestará a contagem de pelo menos a metade dos votos.   

O dia de votação ocorreu de maneira pacífica, apesar de todos os temores de atentados terroristas de grupos extremistas, como o Estado Islâmico (EI) ou de milícias curdas. A polícia turca prendeu oito pessoas que estavam na lista de procurados. As detenções ocorreram quando os oito se apresentaram aos centros de votação. As mudanças propostas pelo referendo alteram a Constituição da Turquia e substituem o parlamentarismo pelo presidencialismo. Erdogan defende a reforma como fundamental para manter a estabilidade e o crescimento econômico da Turquia. Mas os opositores argumentam que será o fim da democracia no país.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos